• Letra Espírita

A Verdade Sobre os Exus


Maristela Boldrin

Muito tem se falado sobre o preconceito que existe em relação à Umbanda. Por muitos anos este preconceito se justificou pela falta de esclarecimento acerca do efetivo trabalho de amor realizado pelos umbandistas, confundindo-o com a magia negra praticada por pessoas que não têm ligação com as Tendas de Umbanda. No entanto, com a ampliação da literatura espírita e umbandista, bem como o alcance amplo e geral da internet, se esconder sob este preconceito já é coisa do passado e a espiritualidade vem nos cobrando posições de esclarecimentos e luta contra o preconceito.


Hoje vamos falar dos Exus. Estas entidades talvez sejam a que mais “sofrem” com a discriminação. Historicamente relacionadas ao mal, vêem seu importante papel desempenhado na espiritualidade reduzido a ações malfazejas e temerosas. No entanto, os Exus são entidades de grande poder utilizado para a prática do bem. Atuam, em verdade, juntamente com baluartes do espiritismo como Dr. Bezerra de Menezes, Prof. Eurípedes de Barsanulfo, Ermance Defaux e outros.


Na obra “Guardiões do Carama: a Missão dos Exus na Terra” psicografada por Wanderley de Oliveira pelo espírito Pai João de Angola, editora Dufaux encontramos esclarecimentos surpreendentes e necessários os quais trazemos abaixo, na forma de citação, para que nossos leitores possam compreender o quanto preconceito nos faz não somente atrasados mas, nos impede de entrarmos verdadeiramente em contato com as inimagináveis possibilidades de tratamentos espirituais.


Vejamos:


Portanto, a estranheza que muitos têm quando se coloca algo sobre a relação entre os baluartes do Espiritismo e os exus é fruto da pura ignorância dos fatos e preconceito. Vamos desencarnar como espíritas e ter de pedir amparo no mundo espiritual para muitos exus, porque o trabalho que eles fazem não é realizado por mais ninguém (pág. 70);


Os exus também fazem parte desse Concerto Divino de Evolução. Também amam, mas são muito mal compreendidos.


Chegou a hora de lhes identificar a missão, em nome desse tempo de transformações planetárias para um mundo melhor.

Alimentar a repugnância, o preconceito e a ignorância volutnária em torno desses Guardiões do bem e da justiça cármica, é sem dúvida, uma medida estimulada pelas trevas que desejam embaçar a verdade para o homem encarnado, a respeito do que significa oferecer a esses embaixadores do Cristo a confiança e a parceria nas experiências diárias. Se os encarnados passarem a conhecer a natureza dos exus e suas atividades, compreendendo a força e a importância que têm nos destinos do planeta, a ação do mal sofrerá uma derrota impactante (pág. 78);


Não há quem viva sem exu, queira ou não, acredite ou não, eles são a base sistêmica na hierarquia de todos os processos espirituais. Essa noção de que exu faz o mal é falsa, pois ele aplica o bem, ainda que isso signifique contrariar desejos, aspirações e interesses pessoais (pág. 167);


Quase sempre, os exus são magos da Lemúria e Atlantida, com extrema habilidade na manipulação de energias (pág. 172).


Deixamos as citações nestas que fizemos para que o leitor deste artigo possa pensar sobre o que estamos aprendendo e buscar suas próprias informações e convencimento, lembrando que o preconceito e ignorância são pais de muitos males, inclusive em relação ao mundo espiritual.


=====

Associe-se ao Clube do Livro Letra Espírita e receba em casa livros espíritas todos os meses! Veja mais em www.letraespirita.com.br




Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita