Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita

  • Letra Espírita

Adultério na Visão Espírita



Por: Jéssica Araújo

A palavra adultério significa, infidelidade conjugal, traição de um dos cônjuges segundo o dicionário. O adultério ocorre quando em um casamento, uma das partes procura ou se envolve com uma ou mais pessoas fora da relação, um relacionamento extraconjugal. O ato não é visto com bons olhos e é muito criticado pela sociedade, entretanto é um ato corriqueiro e comum, que em alguns casos a traição leva ao homicídio, a violência extrema, indo contra aos valores humanos e aos ensinamentos de Deus.


Os motivos que levam essa pessoa a começar a procurar uma outra pessoa para depois se envolver podem ser muitos como, não estar mais feliz na relação, um relacionamento desgastado, atração sexual, carência, entre outros. Contudo, não se pode esquecer que em todos esses momentos, desde o início, o simples ato de pensar, que desde já há companhias espirituais que se fazem presentes a todo instante nos assistindo, como nossos mentores, guias, parentes, amigos, nunca estamos sozinhos; e através do simples ato de pensar você já está atraindo espiritualmente o que deseja, ou seja, está se sintonizando com energias afins, espíritos que se interessam por sexo promiscuo, prostituição. O pensar já é um ato de adultério segundo a passagem bíblica, ‘’ Mas eu vos digo que, todo aquele que olha para uma mulher com desejos libidinosos, já cometeu o adultério com ela em seu coração.’’ (Mateus, cap. V, v.28)


Conforme a Lei de Deus, nos dez mandamentos: ‘’ VI, Não cometerás adultério’’.


O simples ato de querer e pensar já é a forma de excitar seus desejos íntimos em desequilíbrio.


‘’Aquele que, pelo contrário, não tomou boas resoluções, ainda busca a ocasião de praticar o mau ato, e se não o fizer, não será por não querer, mas apenas por falta de circunstâncias favoráveis. Ela é, portanto, tão culpada, como se houvesse praticado.’’ (O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. 8, item 7.)


Orai e vigiai sempre, pois umas das maiores obsessões de se tratar é o sexo, pois através deste os Espíritos inferiores buscam encarnados para os aprisionar e vampirizar suas energias, colocando-as em um círculo vicioso, em recompensas dos prazeres carnais, hipnotizando o encarnado, cegando- o e dificultando a formulação de pensamentos e sentimentos bons.


No Livro dos Espíritos, que aborda sobre a poligamia, nos esclarece que a abolição do ato foi um progresso social.


‘’ Questão 701- Qual das duas, a poligamia ou a monogamia, está mais conforme lei natural?

- A poligamia é uma lei humana, cuja abolição marca um progresso social. O casamento, segundo os objetivos de Deus, deve ser fundado sobre a afeição dos seres que se unem. Com a poligamia não há afeição real, mas sensualidade.’’


As aventuras e prazeres carnais são atos em desequilíbrio, e uma forma de contrair mais débitos no plano superior, esses sentimentos são irreais, fúteis e quanto mais apegado a esses sentimentos, mais doloroso será na sua hora da passagem.


Seja sincero consigo mesmo e seus sentimentos, pois ao trair você está se prejudicando, e ao seu companheiro (a) também, e influenciando o declínio moral da terceira pessoa.


Traindo você não está apenas se enganando, você está indo contra as Leis de Deus, que tudo vê e assisti, Ele não irá punir, pois sua consciência já o fará, e antes mesmo de você cometer esse ato Ele já te perdoou, dando uma nova chance de arrependimento e mudança em cada novo amanhecer.

=======

Referências:

<https://dicionariodoaurelio.com/familia>. Acesso em:10 de Nov. de 2019.

KARDEC, Allan, O Evangelho Segundo o Espiritismo, são Paulo ,1º edição eletrônica, editora EME.

KARDEC, Allan, O Livro dos Espíritos, 1º edição eletrônica, editora EME.


------------------------------------

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.