• Letra Espírita

Entrevista com Adriana Machado, a autora do Livro "Perdão: A Chave Para a Liberdade."

Atualizado: 3 de Mai de 2019





O livro "Perdão: A Palavra Chave Para a Liberdade" faz parte da seleção de livros que serão distribuídos pelo Clube do Livro Letra Espírita em Maio/19. A obra é ditada pelo Espírito Ezequiel e psicografado pela médium Adriana Machado. Leia abaixo a entrevista completa com a médium:


1 - Como você se tornou espírita?

Bem, minha família era católica e espírita.

Minha mãe sempre nos levou, eu e minha irmã, para assistirmos as missas dominicais. No entanto, não era raro me sentir discriminada por me sentir alvo da intolerância e do preconceito que se tinha contra todos os espíritas, os “adoradores do diabo”, expressão utilizada, muitas vezes, pelo padre da igreja em seus discursos.

Meu pai era espírita e eu sempre tive contato com essa doutrina que me trazia esclarecimentos sobre assuntos que me incomodavam o coração e não faziam sentido sem tais explicações. Assim, fiz a escolha de parar de frequentar a igreja católica, muito grata por todos os anos em que me deram a oportunidade de estar perto de Deus, mas, com a consciência limpa de que o meu caminho já não era mais aquele.


2 – Como conheceu o Espírito Ezequiel, autor de suas obras psicografadas? Conte-nos mais sobre quem é esta personalidade.

Eu tinha acabado de fundar, junto com outros colegas de mesmo ideal, uma Fraternidade Cristã. Eu estava trabalhando quando percebi a presença deste amigo espiritual ao meu lado, me pedindo um momento para que eu o escutasse a respeito de uma proposta que ele me faria. Ele me disse que gostaria que eu psicografasse alguns livros com ele porque tínhamos firmado esse planejamento antes do meu reencarne. Fiquei encantada, mas também assustada com isso. Percebi, porém, que não poderia dar às costas a essa tarefa, então, eu a aceitei. Não sabia eu que a maior beneficiada, neste trabalho de auxílio e esclarecimento, seria eu mesma.

Ezequiel é um espírito boníssimo, de um coração enorme, mas ele nunca falou sobre si mesmo. Para conhecer a sua história, precisei saber por meio de meu mentor espiritual, Thomas, que o descreveu para mim da seguinte maneira:

“Ezequiel é um espírito que a todo instante nos dá lições sobre o que é trabalhar na Seara de Jesus. Sempre alegre em seus afazeres, dedica-se de coração a todos os irmãos que necessitam de uma palavra amiga e de um carinho especial. Ele se dirige às zonas de sofrimento para minimizar as dores alheias, transmitindo aos necessitados toda a sua compreensão, para que o destino desses irmãos que sofrem sejam os leitos de auxílio dos Prontos Socorros Espirituais. Jamais se permite esmorecer diante das dificuldades impostas pelos irmãos em sofrimento: com amor no coração, os orienta e consola para que enxerguem os seus equívocos e abandonem a dor exacerbada, voltando-se a Jesus. Ezequiel é um exemplo para todos nós que com ele convivem. Se faz obreiro do "Cordeiro" a todo momento e nos dá a certeza de que, com amor e zelo, poderemos enfrentar todas as dores sem perdermos a alegria no viver.” (Thomas - 2002)


3 – Como desenvolveu a sua mediunidade?

Quando eu tinha dezessete anos, eu fui visitar um centro espírita e, quando lá cheguei, tive a certeza que deveria continuar nele. Senti a presença de alguns de meus amigos espirituais que me foram sendo apresentados à medida que eu ia me aprimorando como médium e continuei ali até o ano de 1996, mais ou menos.

Foram muitos aprendizados que tive nesta casa espírita e sou muito grata por isso. Ali aprendi tantas coisas sobre humildade, sobre trabalho perseverante, sobre a pessoa que eu era e que poderia me transformar... foram tantas coisas e tantos amigos. Mas, a vida me afastou daquela escola, para me conduzir a uma outra tão maravilhosa quanto. E estou nela desde então.


4 - Como é o seu processo de psicografia?

Na instituição que frequento, temos uma reunião onde vamos colocando em prática e aperfeiçoando a nossa mediunidade na psicografia, mas com Ezequiel, eu psicografo em casa. Tenho um cantinho em meu lar onde nos juntamos para a elaboração das obras. Tem vezes que, quando tenho um tempo vago, até o chamo para ver se podemos aproveitar aquele momento, por isso tento manter uma alimentação mais saudável todos os dias, mas, principalmente, quando sei que vamos trabalhar juntos. Faço minhas orações antes do nosso encontro e já psicografo diretamente no computador. Não temos um horário específico para terminar. Tentamos fazer o máximo que dá, segundo o meu tempo e o dele.

Ele, porém, tem uma paciência infinita comigo, porque nem sempre consigo estar pronta na hora que marcamos e tenho que remarcar o compromisso.


5 – Como surgiu a ideia de escrever a obra “Perdão – A Chave Para a Liberdade”?

Engraçado essa pergunta. Eu já tinha terminado o primeiro livro do Ezequiel “Onde tudo Começou” e o lançado pela casa espírita que frequento. Poucos meses depois, ele veio até mim e me solicitou para escrevermos outro livro, o que fiz naturalmente. Em poucos meses depois, esta obra lindíssima estava pronta.


6 – Qual é a mais grandiosa lição que você retirou do livro “Perdão – A Chave Para a Liberdade”?

Nossa, foram tantas! Mas, posso afirmar que uma que me surpreendeu foi o desvendar sobre a atuação da Sabedoria Divina em nossas vidas. A forma como foi mostrado no livro como somos amparados nas mínimas adversidades e que somente as enxergamos quando tiramos as vendas do vitimismo, me encantou. Pude colocar em prática esse aprendizado algumas muitas vezes e afirmo que muito me fez bem, muito mais aprendi. Não é fácil enfrentarmos as nossas dores, mas entendendo que tudo é feito para darmos vazão a nossa capacidade de superarmos cada experiência, pude me ver saindo mais rapidamente em cada processo de vitimização, de tristeza e angústia que antes tinha mergulhado.


7 – Quais as considerações você faz a respeito da parceria firmada para a distribuição e divulgação de suas obras no Clube do Livro Letra Espírita?

O que me fez abraçar essa tarefa de psicografar obras espíritas foi a proposta de divulgar a palavra que consola e esclarece ao maior número de pessoas possíveis. O nosso momento planetário está a exigir que nos aprimoremos espiritualmente, então, quanto mais obras maravilhosas estiverem à disposição daqueles que procuram a verdade, maior serão os que se sentirão aptos para o enfrentamento de seu próprio Eu, de abraçarem a causa de seu próprio aperfeiçoamento moral. Por isso, quando eu soube que o Letra Espírita tinha aprovado a distribuição desta obra em seu clube do livro, fiquei muito feliz e grata. Ainda, sabedora que esta instituição mantém um critério rígido para a aprovação das obras distribuídas, em razão da responsabilidade que tem junto aos seus assinantes, fiquei muito orgulhosa do meu amigo Ezequiel que, com muito amor e responsabilidade, tenta nos ensinar as realidades espirituais enfatizando sempre a misericórdia divina que nos rege e ampara. Espero que todos aproveitem a leitura e achem seu consolo, como eu mesma achei o meu.


=====

Visite o site www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita



Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita