Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita

  • Letra Espírita

Nossas Portas: Os Chacras



Por: Rodrigo Fonseca


De tempos em tempos, em rodas de conversas sobre espiritualidade, energias ou mesmo saúde, ouvimos falar dos chacras. Certamente já nos deparamos com uma imagem de alguém sentado na posição de lótus com várias bolinhas coloridas distribuídas pelo seu corpo ou já ouvimos comentários do tipo “seus chacras estão desalinhados”. Pois bem, o que são chacras? Para que eles servem? Como a Doutrina Espírita aborda este tema?


Comecemos pela primeira pergunta, o que são chacras? Chacra vem do sânscrito e significa roda, disco, centro ou plexo. São como vórtices ou espirais de energia vital girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo. Eles funcionam como receptores e emissores de energia, cada um deles numa frequência própria que será transmitida às partes correspondentes do corpo físico, mental e emocional. Cada chakra possui significado, cor, mantra e elementos específicos que estimulam seu movimento. N’outras palavras, são nossas portas de entrada e saída de energia, estão relacionadas às nossas glândulas, e, em equilíbrio nos proporcionam bem-estar e boa saúde, em desequilíbrio ou em desalinho, provocam distúrbios e até doenças.


Temos também os plexos ou centros vitais, que estão localizados no corpo físico, ao passo que os chacras estão localizados no perispírito. Ambos estão relacionados uma vez que, se algo está desequilibrado no corpo físico, o corpo espiritual será afetado e vice-versa.


Os plexos, situados no corpo físico, são agrupamentos de músculos, nervos e vasos sanguíneos do organismo humano. Os chacras, ou centros de força como se denomina no Espiritismo, estão localizados no perispírito, trabalham em ligação com os plexos do corpo físico. São receptores e transmissores de energia cósmica e espiritual. Eles “alimentam” o metabolismo perispiritual. Os chacras estão situados desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça, correspondendo a uma das “sete glândulas” do corpo humano, portanto nós temos “sete centros de força”. Nosso padrão vibratório é que determina a “saúde” dos nossos centros de força. Se um desses centros diminui, o fluxo de energia fica impossibilitado. Se nós temos um pensamento ruim, por exemplo, o centro de força fica em desarmonia reagindo diretamente em nosso corpo material, fazendo surgir as doenças e o envelhecimento.


Nós dispomos dos seguintes chacras / centros de força:


Coronário – Atua sobre a glândula pineal. Está ligado às funções do cérebro assim como às funções da espiritualidade. Localizado no alto da cabeça, recebe energias diretamente do Plano Espiritual, orientando a forma, o metabolismo orgânico e a vida consciente da alma. Sua cor é o roxo, embora possa ter outras cores com outras tonalidades. É responsável pela maior captação de energia cósmica. Associa a conexão do indivíduo integrando o mental com o espiritual. Abrange a inteligência, o entendimento e a sabedoria. O desalinho deste chacra pode deixar o indivíduo fora de sintonia com sua espiritualidade e provocar depressão.


Frontal – Atua sobre a glândula pituitária ou hipófise assim como também atua sobre todas as glândulas endócrinas dando sustentação aos sentidos e orientando todo o sistema nervoso, sua organização e mecanismo. Está localizado na fronte entre as sobrancelhas (3° olho), por isso, está também relacionado à vidência. Sua cor é o índigo. Alimenta a parte inferior do cérebro, olho esquerdo, nariz e ouvido. O desalinho deste chacra provoca medo do futuro, ideias confusas, perturbações e alucinações.


Laríngeo – Atua sobre a glândula tireoide, as vias respiratórias, as cordas vocais, os brônquios e os pulmões. Está localizado sobre a garganta. Sua cor é o azul. A característica deste chacra é a vitória. Proporciona satisfação nas tarefas da vida do indivíduo, mantendo-o bem-sucedido. Abrange comunicação e relacionamento. O desalinho deste chacra provoca vertigens, asma, obesidade, etc.


Cardíaco – Atua sobre a glândula timo, o coração, o sistema circulatório e o sistema imunológico. Está localizado sobre o coração. Sua cor é o verde. É responsável por regular as emoções, controlar a relação das nossas forças superiores e inferiores. Quanto mais aberto for este chacra, maior será a capacidade do indivíduo amar, pois está relacionado à sentimentos. Sua harmonia acentua realizações positivas na vida. Seu desalinho provoca baixa autoestima, sensação de vazio e limitações na relação do indivíduo com o mundo exterior.


Esplênico – Atua sobre a glândula baço, fígado, pâncreas e é importantíssimo para a secreção de órgãos e glândulas endócrinas. Está localizado na região do baço. É de cor laranja e excessivo magnetismo. Abrange a sexualidade e as emoções. Por meio dele, tratam-se doenças da bexiga, problemas na menstruação, cólica, diarreias, etc. O desalinho deste chacra desequilibra o sistema digestório, causando alterações nas substâncias químicas no intestino e estômago.


Umbilical – Atua sobre as glândulas suprarrenais (pâncreas), o fígado, os rins, os intestinos e demais órgãos do abdómen. Está localizado na altura do umbigo. É de cor amarelo. Atua no metabolismo e assimilação dos alimentos digeridos pelo indivíduo. Quando bem desenvolvido, faz aumentar as emoções e a sensibilidade em relação ao ambiente. Por este chakra, tratam-se as doenças de paralisia e as dores de cabeça e nos ossos. É ligado às emoções de poder pessoal, pois abrange autoconfiança, vitalidade e energia. O desalinho deste chacra pode provocar medo, timidez, violência e raiva. É considerado um chacra mental, pois correlaciona mente e coração / razão e emoção.


Básico ou Kundalini – Atua sobre a glândula suprarrenal, sistema reprodutor, genital, útero e próstata. Está localizado na base da espinha dorsal. É de cor vermelha. Abrange a saúde, a alimentação, as finanças e o equilíbrio. Tem a função de captar e distribuir a força primária para todo o organismo. Nesta região, tratam-se doenças do sangue, do fígado, da bexiga, inflamações, hemorragias e quaisquer anomalias nos órgãos relacionados. O desalinho deste chacra pode provocar problemas na coluna, hemorroidas, frigidez e impotência sexual.


Os espíritos obsessores atuam sobre os centros de forças. Embora não seja uma prática regular nas casas espíritas, esta terapêutica é aplicada pelos mentores espirituais em encarnados e desencarnados. A literatura Espírita é rica em casos e causos desta natureza. Tomemos como exemplo a obra “Loucura e Obssessão”, do Dr. Bezerra de Menezes: “O obsessor dominava-o, quase completamente, acoplando-se aos centros de forças com toda a pujança do desejo irrefreável. [...] A única medida apaziguadora e oportuna será um ligeiro sono. [...] e aplicou-lhe energias relaxadoras [...] Dirigidas aos centros cerebral e solar, acalmaram-lhe a mente e as emoções inferiores [...].”


Meu Deus! E se meus chacras estiverem desalinhados? Eu vou ficar doente? Vou desencarnar mais cedo? Vou ficar possuído? Calma! Naturalmente que com tantos acontecimentos no nosso dia-a-dia, nossa mente se tortura com um turbilhão de pensamentos, por vezes ficamos sem inspiração para elaborar algo, nos fechamos para o mundo por conta de más experiências, temos uma visão pessimista da vida ou nos estressamos com tudo e todos. Consequentemente, desequilibramos os chacras responsáveis pelas nossas sensações, sentimentos, pensamentos, etc. O que devemos fazer? Realinha-los.


Este realinhamento se dá, a priori, pelo nosso padrão vibratório (Diga-me com quem andas e eu te direi quem és), mais precisamente pelo nosso comportamento e consciência. Além disso, podemos contar também com outras ferramentas tais como reiki, meditação, tai chi chuan, caminhada, yoga e certamente, pelo Espiritismo, os passes.


Para concluir, de acordo com as informações apresentadas, fica então evidente que precisamos cuidar da nossa consciência, dos nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos não apenas para gozarmos de boa saúde física, mental e espiritual, mas também para evitarmos baixar nossa guarda para energias ruins e espíritos mal-intencionados. Cuidemos então de nossas portas: os chacras.


Um abraço e muita luz para ti!


-------------

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.