• Letra Espírita

ORGANIZE SUAS GAVETAS!



Por: Jackelline Furuuti

Sugestão espiritual do Caboclo Flecheiro


Muitas pessoas têm sofrido os efeitos de uma vida conturbada, levada praticamente no modo automático, reagindo aos estímulos externos e a fase de transição que o nosso Planeta atravessa.


Acabam interiorizando de forma desordeira sentimentos e informações que resultam em consequências das mais diversas ordens. Como um dominó, uma coisa se escora em outra e traumas se tornam presentes no presente, medos tomam conta de simples situações e percebemos que nossa mente e saúde andam iguais ou mais desorganizadas que nossas gavetas de roupas.


O intuito deste estudo é trazer uma reflexão que poderá ser refletido e trazer a conscientização da importância da organização em todos os aspectos de nossas vidas.


Para facilitar o entendimento, traremos referências materiais externas para aproveitarmos o fluxo de absorção já adquirido em nosso cotidiano.


Como e por onde começar?


No começo tudo pode parecer confuso e inalcançável. O ego vai dizer: "_Falar é fácil, mas fazer..."

Ignore-o e concentre-se neste propósito. Caso algo te distraia, recomece quantas vezes forem necessárias.

"concentração" - centralizar conscientemente esta ação é essencial.


Primeiro passo: OBSERVE

"A conscientização da pessoa e seu estilo de vida são infinitamente mais importantes do que qualquer habilidade para a organização." (Ref 01)


Marie Kondo, autora de um dos maiores Best Sellers da atualidade, ensina sobre organização de coisas e estende esta organização para a mente.


Ela ensina que a desordem visível serve para nos distrair do verdadeiro motivo da desordem e que uma outra causa de um armário bagunçado é a falta de informação. Tudo a ver com o nosso psicológico e com nossa mediunidade não é mesmo?


Segundo passo: SE OBSERVE

"Não existe outro meio para começarmos a não ser por nós mesmos." (Ref.02)

Observe se em diversas gavetas não existem as mesmas coisas espalhadas. Observe se em sua gaveta mental, um mesmo sentimento não está presente em todos os espaços, pois poucos deles como a felicidade e o amor, devem estar em todos os locais.


É preciso ordem. Para cada informação, uma gaveta.


Terceiro passo: DESAPEGUE

Depois de observar, você notará que acumula roupas que já não lhe cabem, que já não despertam em você o mesmo bem-estar, que nem as cores te agradam mais. Mas que foram caras, que foram adquiridas em viagens ou foram dadas por pessoas importantes e até que já partiram. Mas há anos você não usa.


Tudo muda constantemente, você também precisa mudar, e mesmo sem perceber, você está se transformando e precisa observar o que tem atrasado essa transformação. O medo de perder é um dos maiores lixos que podemos acumular.


Se observando você também percebe que em suas gavetas mentais, existem crenças enraizadas, lembranças traumáticas em gavetas de metas. Observe: trauma e metas são opostos. Neste caso, é preciso refletir profundamente sobre esse trauma e o quanto ele tem impedido que as suas metas sejam alcançadas. O trauma deve ser levado à gaveta de informações.


Não tenha medo de desapegar do que não te faz bem, do que não reflete mais quem você é ou o que você almeja ser.


"Muita diferença existe entre dizer "sei que preciso" e "sinto que preciso". (Ref.03)


Em nossa organização, seja ela, material, mental ou espiritual é preciso dar ouvidos a razão mas também aos sentimentos.


"O que eu tenho, sinto ou minha intuição diz a respeito de quem eu sou hoje? E o que estas coisas, sentimentos e intuições me trazem?"


Se a resposta for aperto, medo, tristeza, melancolia e apego, significa que estas coisas devem ser descartadas. Recicle os aprendizados, guarde na gaveta de "informações" e desapegue do restante.

Limpe suas gavetas!


Seus objetos de valores sentimentais podem fazer parte de sua gaveta sentimental psíquica quando a sua vida material pede mais espaço. O campo da memória sempre vai trazer o sentimento desperto por aquele objeto e ele necessariamente não precisa estar com você. Pode ser útil a outra pessoa ou gentilmente ter dado espaço a novas coisas de grande serventia para você neste momento.


Aprenda por esse meio a ser menos materialista e mais grato. Devolva ao Universo o que ele te deu em forma de gratidão. Para receber, é preciso doar. Este é o ciclo e nada deixará de ir ou vir sem razão. Tudo tem um propósito. Por isso é preciso espaço, estar disponível, equilibrado e livre de amarras.


Cada pessoa pode e deve se organizar de acordo com suas prioridades, mas algumas são essenciais:

- Informações: Não precisamos descartá-las, apenas reciclá-las. A gaveta do saber não tem limite de tamanho e quanto mais se sabe mais ela se auto organiza. O que ontem era útil e hoje não parece ser mais, pode ser necessário para complementar algum aprendizado e neste processo esta informação se renovou.


Esta gaveta mental deve estar sempre arejada. Quanto mais serenos estamos, mais informações absorvemos.


Eça de Queiroz foi sábio em dizer que o saber não ocupa espaço.


Quanto mais sabemos mais temos a aprender e mais descobrimos nossos propósitos.

Como organizar as nossas metas?


Reflita nesses principais pontos:

- O que eu posso fazer hoje?

- Que sentimentos quero ter com essa ação? Por que eu preciso fazer isso? Eu tenho meios de hoje cumprir com essa meta?

- O que eu preciso de mais dias para conseguir realizar?

- Depende só de mim?

- Vai levar uma vida inteira?


Veja. Se você se preocupar em realizar algo que demanda uma vida inteira em um dia, isso só lhe trará frustração.

Se você decidir fazer sozinho algo que dependa de outras pessoas, só levará mais tempo, e você vai deixar de receber e compartilhar algum aprendizado e prejudicará aquela meta que você precisaria de mais dias.

Seu tempo passa a ser escasso e aquilo que você poderia ter feito hoje, você deixou para amanhã, logo, você não realizou nada, só acumulou mais ansiedade e frustração.


Separe as coisas, se for preciso, anote em um papel, em uma planilha, em caixas ou gavetas.

Dê valor a suas metas sentimentais e espirituais, como cedo aprendeu a dar valor ao seu suado dinheiro.

Você vai perceber que depois dessa organização, até o dinheiro não virá tão suado assim.


Enfim...

"Permita que as mudanças que possam ocorrer em vossas vidas sejam as mais belas e benéficas, para que possais atingir tudo o que vos comprometestes com vós mesmos." (Ref.02)

==========

Referências:

01- Livro A Mágica da Arrumação, Marie Kondo

02- Aprendendo com os Mestres, Sonia R. Ferreira Serrano e Manoel A. da Paz.

03- Escutando Sentimentos, Wandeley S. de Oliveira pelo Espírito de Ermance Dufaux.


-----------------------------------------------------

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita