• Letra Espírita

Planeta Terra – A Era da Regeneração: Quem seremos nós? (Parte II)

Diana Cappuzzo

Sabemos que os espíritos exilados de Capela, conhecidos como raça adâmica, foram banidos naquele mundo por ainda cultivarem dentro deles sentimentos contrários à lei de amor e fraternidade, tais como a rebeldia, o orgulho, o egoísmo e a violência.


Essa condição primitiva, dita inferior por aquele mundo (Capela) e pelos seus habitantes, que já estavam preparados para novas virtudes e avanços, foi o motivo que levou esses espíritos revoltados a morarem em outro planeta, a Terra, um mundo ainda em formação. O objetivo de eles estarem nessa nova morada era para expurgar as más tendências, elevar o coração e ascender o nível de consciência.


Muito tem-se falado, estudado, escutado e refletido sobre a fase de mudança que está acontecendo com o planeta Terra, que deixará de ser um mundo de provas e expiação para ser um de regeneração. O mesmo que se deu com Capela e muitos outros de nosso Universo. É a lei do progresso definindo seu rumo para nossa morada.


Diante dos acontecimentos diversos que o planeta tem sofrido com a violência, os desastres naturais, as doenças, entre tantos outros, reconhecemos que a “data limite” está batendo cada vez mais na nossa porta. O que toca o nosso coração e move nossa mente é saber o que será de nós e o que podemos fazer por nós. Seremos os novos capelinos em um outro mundo em formação ou permaneceremos na Terra e ascender com ela na nova fase?


Para agir de acordo com o progresso que o planeta está nos convidando, basta termos diariamente em nossa mente que há somente um único, intransferível e irrefutável caminho: a reforma íntima, o autoconhecimento, a regeneração do nosso espírito. Sim, deste espírito que está neste momento encarnado neste corpo e vivendo essa experiência. Você. Não tem saída: as consequências de nossas ações pretéritas e atuais estão chegando até nós.


A escolha que nos cabe é: como vamos lidar com elas? Com amor: pela resiliência e gratidão, aceitando a dor que nos fere agora, pois já ferimos alguém com a mesma, e transformando essa escuridão em luz, uma vez que hoje temos uma consciência diferente da do passado? Não nos disseram que é chegada a hora do testemunho?


Ou optaremos pela dor, pela revolta e pelo orgulho, que cega a oportunidade de nos transcendermos, que nos ilude afirmando que está tudo bem? Observe como é seu estado de consciência, seus pensamentos, suas emoções e sentimentos. Como se conecta espiritualmente? O que você é hoje reflete a condição que quer estar após o desencarne?


Todos somos doentes e precisamos de cura. Todos temos nosso tempo de regeneração e despertar. Já temos consciência do tempo que perdemos em escolhas contrárias à lei de Deus, por isso, nos é precioso aproveitar a oportunidade que nos é dada hoje, agora; agarrá-la com toda nossa fé, esperança e coragem e diariamente desfrutar da benção que é esse presente da vida que Deus misericordioso nos concedeu. Nós valemos a pena. Não desanimemos durante o caminhar.


Então, o que eu preciso fazer? Como vivenciar o bem e regenerar-me dia a dia? O mundo nos responde com infinitos recursos, técnicas, procedimentos, métodos e ferramentas que abrange todas as áreas da Ciência, Filosofia e da Religião e atende certamente a todos os estilos de vida e personalidade.


Desde terapias diversas que promovem o autoconhecimento físico, mental e espiritual, com sessões com psicólogos, acupunturistas, astrólogos; com palestras sobre transformação pessoal, motivação, espiritualismo; com passes, missas e orações em centros espíritas, terreiros de Umbanda e Candomblé, igrejas evangélicas e católicas, em retiros espirituais; com atividades meditativas, ioga, caminhadas; com leituras e estudos... Tudo se integra e se complementa.


O primeiro passo é nos reconhecermos falhos e imperfeitos e aceitar essa condição com alegria, pois não somos menos amados ou queridos por isso. Somos chamados a elevarmos nosso nível de consciência – para agirmos com mais amor e compaixão. A renovação em reformar-se deve ser diária a fim de não esmorecermos, de não desistirmos. Requer disciplina, responsabilidade, esforço e ação. É difícil, dá trabalho, mas a recompensa não tem preço.


Contribuindo para nossa reflexão, vale reproduzir um trecho de um artigo de jornal da NSC, escrito por Cacau Menezes. Nele, conta-se uma história de Mario Sergio Cortella, filósofo, escritor e educador, com seus filhos.


“[Mario] costumava dizer aos filhos quando crianças: ‘Quando completarem 12 anos contarei o segredo da vida a vocês’.


Quando o mais velho completou 12 anos, acordou o pai todo ansioso para saber o segredo da vida.


O pai disse: ‘Contarei, mas você não poderá revelar aos seus irmãos. Eis o segredo: Vaca não dá leite. Você tem de tirar. Você precisa acordar quatro da manhã, ir ao pasto, entrar no curral cheio de fezes, amarrar rabo e pernas da vaca, sentar no banquinho e fazer o movimento certo!’


Esse é o segredo da vida. Vaca, búfala, cabra, não dão leite. Ou você tira ou não tem leite. Existe uma geração que acha que vaca dá leite, ela acha que as coisas são automáticas. Eu quero, eu peço, eu ganho. A felicidade resulta do esforço. A ausência de esforço gera frustração.”


“A felicidade resulta do esforço. A ausência de esforço gera frustração.” Duas frases que causam um impacto profundo na maneira como encarar a vida e a nós mesmos. E reflete o momento de transição que estamos passando. Felicidade é o trabalho; é agir em favor de nossa reforma íntima e do coletivo; é promover o ensinamento “Amar ao próximo como a ti mesmo.”


Vamos arregaçar as mangas e trabalhar, servir, aprimorar, crescer, vencer, superar, animar, transformar. É isso que seremos daqui para frente: gente de bem, de coração mais leve e puro, de empatia e compaixão; de fé e esperança; de alegria e graça. E isso é bom, muito bom!


=====

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.


*O livro "Dolorosa Colheita" faz parte da seleção de Março/19. Veja seleção completa do mês atual no site.



Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita