• Letra Espírita

Seja Luz no Meio das Trevas


Rafaela Paes

Onde houver temor, leve uma palavra de fé.


Onde houver insatisfação, leve a semente de dias melhores.


Onde houver desespero, leve a brisa suave da calmaria pós-tempestade.


Onde houver ódio, leve a felicidade do amor.


Onde houver tristeza, leve a alegria que cura almas perdidas.


Onde houver desalento, leve a palavra de Jesus que prega a esperança.


Onde houver desatino, leve a consciência das responsabilidades.


Onde houver morte, leve a certeza de que a vida não acaba.


Onde houver rancor, plante a semente do perdão.


Onde houver barulho, mostre a importância do silêncio.


Onde houver silêncio em demasia, mostre a riqueza dos ruídos.


Onde houver solidão, leve a necessidade de companhia.


Porque nenhum de nós deve fazer morada com o medo...


Porque nenhum de nós deve ser amigo da insatisfação...


Porque nenhum de nós deve se acostumar ao desespero...


Porque nenhum de nós deve servir de alimento ao ódio...


Porque nenhum de nós deve viver enjaulado com a tristeza...


Porque nenhum de nós deve ser companhia do desalento...


Porque nenhum de nós deve ceder ao desatino...


Porque nenhum de nós deve temer a morte...


Porque nenhum de nós deve espalhar rancor...


Porque nenhum de nós deve ser agitação ou calmaria o tempo inteiro...


Porque nenhum de nós deve está fadado à solidão.


Seja luz em meio às trevas!


Seja paz em meio à guerra!


Seja esperança em meio aos dias turbulentos!


Seja a mão amiga que convidará todos a ser LUZ!


SEJA A LUZ QUE SEMPRE SE SOMARÁ A NOVAS LUZES!


SEJAMOS A LUZ DO QUE O FUTURO NOS RESERVA.


=====

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.

*O livro "Reencontro: Cartas Psicografradas" faz parte da seleção de Maio/19. Veja seleção completa do mês atual no site.



Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita