• Letra Espírita

Suicídio Indireto

Atualizado: 8 de Jul de 2019



Joice Pereira


Sabemos que o suicídio tem diversas consequências negativas, pois tirar a própria vida que nos foi dada, é um crime contra nós mesmos, repleto de resultados negativos. Ao reencarnar, dispomos de um “pacote de energia vital” que possuí data de validade e que não é planejado que se encerre antes do tempo programado. Tendo consciência disso, muitas vezes nos esquecemos que esse pacote de energia, também pode se esgotar mais rapidamente com alguns hábitos que o desgastam, pois, a partir do momento que nascemos, essa energia vai sendo gastada até o dia então programado para nosso desencarne.

Mas quais são as causas mais comuns do suicídio involuntário?

Todo tipo de excesso que fazemos uso, como excesso de bebida, excesso de comida, de drogas, excesso de sexo, tudo que pode desgastar nosso pacote de energia. Além disso, esses excessos podem refletir em doenças no corpo físico, como câncer de pulmão, muito comum em fumantes. Estamos sujeitos à perda fácil dessa energia, assim como podemos mantê-la bem, com bons hábitos alimentares, exercícios físicos, beber com moderação, não usar drogas respirar ar puro, evitar irritações ou brigas.

O excesso de comida é um dos atos que mais causa suicídio involuntário, pois não se imagina que esse hábito pode lhe causar algum mal. Porém as comidas industrializadas têm utilizado diversos componentes nocivos ao corpo físico, que causam um desgaste muito grande ao trato gástrico, gastando também muita energia.

O sexo em excesso não é pela quantidade em si, mas por atos que se justificam no sexo. Diversas pessoas usam o ato sexual como escape dos problemas, e desgastam sua energia imprudentemente, pois no momento em que duas pessoas fazem sexo, há uma troca de energia muito grande entre elas, assim como seu desgaste.

O uso de bebidas alcoólicas em excesso, logo se reflete no corpo físico com diversos tipos de doença, mas com a dependência da bebida logo se tem o desgaste energético, causado pelo uso imprudente, assim como por espíritos que mesmo desencarnados, são viciados e “grudam” no encarnado para obter essa energia.

Já o uso de drogas tem efeitos drásticos até para o perispírito. É de conhecimento que além de abreviar o tempo de vida, os espíritos sofrem muito, tendo até deformações causadas por esse excesso. A espiritualidade faz um trabalho muito grande com esses irmãos que desencarnam nessa situação, que tem recuperação lenta e trabalhosa.

Esses são alguns exemplos mais comuns de excessos que todos estamos sujeitos a sofrer. Cuidar do corpo e da alma, tem uma ligação muito maior do que imaginamos, pois, nosso corpo físico, reflete nossa mente e nosso espírito. Cuidar de nosso corpo físico também é um ato de amor e gratidão, pela oportunidade de estarmos aqui podendo evoluir e fazer nosso tempo programado na espiritualidade, pois assim podemos absorver um maior número de aprendizados e experiências que farão diferença aos nossos espíritos quando chegar a hora de retornar ao nosso verdadeiro lar que é o mundo espiritual. Estamos aqui só de passagem, numa viagem de experiências, cabe a cada um de nós obter as melhores experiências ou passar sem perceber a imensidão de possibilidades que temos.

#Suicídio

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita