• Letra Espírita

Tragédias na Visão Espírita

O ano de 2019 começou com muitos acontecimentos marcantes, por exemplo, o rompimento da barragem em Brumadinho – Minas Gerais, e o incêndio nas categorias de base do Flamengo. Esses episódios levaram muita gente a questionar o que estava acontecendo. Diante disso, pergunta-se: o que podemos entender por tragédias na visão espírita?


Primeiramente, o espiritismo nos ensina que a morte é apenas um acontecimento biológico. E que os espíritos que animam os corpos materiais são imortais, ou seja, têm sua existência além desta vida.


E ainda, as tragédias na visão espírita dizem respeito a aprendizados que são necessários para a nossa evolução. As dores e os sofrimentos fazem parte das nossas vidas, e ainda, além de ensinamentos, elas são a execução das Leis Divinas, por exemplo, a Lei de Causa e Efeito.


O Livro dos Espíritos


Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, questão 737, nos ensina que as tragédias servem para progredirmos mais depressa.

Com que fim fere Deus a Humanidade por meio de flagelos destruidores?


Resposta: “Para fazê-la progredir mais depressa. Já não dissemos ser a destruição uma necessidade para a regeneração moral dos Espíritos, que, em cada nova existência, sobem um degrau na escala do aperfeiçoamento? Preciso é que se veja o objetivo, para que os resultados possam ser apreciados.


Ou seja, as tragédias são, portanto, oportunidades de regeneração moral dos Espíritos.


Já as tragédias no sentido de término, dizem respeito a um breve instante no infinito de nossas existências. E os ensinamentos que são expressos hoje em flagelos, no futuro serão um adiantamento a fim de evitar nossos erros.


E no que diz respeito às tragédias na visão espírita, a doutrina nos ensina que elas servem como provas para os exercícios de inteligências. Além de demonstrar paciência e resignação.


O L.E fala também que as fatalidades físicas “existem unicamente pela escolha que o Espírito fez, ao encarnar, desta ou daquela prova para sofrer.”


Para finalizar, as tragédias possuem o propósito de transformação, elas dão oportunidade de mudança. Seja encarnado ou na continuação da existência após a morte.


“Venha por um flagelo a morte, ou por uma causa comum, ninguém deixa por isso de morrer, desde que haja soado a hora da partida. A única diferença, em caso de flagelo, é que maior número parte ao mesmo tempo. (O Livro dos Espíritos, questão 738)


=====

Conheça nossa seleção do mês, está imperdível www.letraespirita.com.br


*O livro "O Evangelho de Paulo", faz parte da seleção de Março/19. Veja seleção completa do mês atual no site.


Fonte: RBN


Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita