• Letra Espírita

Troca de Energias no Ato Sexual

Atualizado: 8 de Jul de 2019



Joice Pereira


'Sexo é espírito e vida, a serviço da felicidade e da harmonia do Universo. ''("Sexo e Vida", cap. 1 p. 7, Emmanuel por Chico Xavier)

O sexo ainda é um tabu na sociedade e em diversas religiões. Falar sobre a troca de energias que ocorre durante o ato sexual, deveria ser um tema frequente, dado como educação primordial às pessoas, pois mesmo sendo um tema polêmico, precisa ser sempre abordado por conta da banalização que o sexo tem sofrido.

Só por ter um relacionamento com alguém, seja de amizade, laço familiar ou amoroso, temos grande ligação com essa pessoa, que influencia diretamente nas escolhas e consequências delas. Além de significar afinidade energética, pode ser também uma ligação que foi feita em outras vidas, por algum ato que incluiu as mesmas pessoas e isso fez com o reencontro nesta vida fosse inevitável, pois todos que passam por nossa vida, tem uma razão e uma ligação, seja ela criada no passado ou atraída simultaneamente nessa encarnação.

A busca do prazer existe pela necessidade natural que o homem tem de se relacionar com outras pessoas e pelo instinto de procriação, que é o instinto que o faz continuar a reprodução humana. O que acontece muitas vezes é que esses instintos se expandem e se tornam sem significado, sendo o sexo tratado como um ato banal, praticado inconsequentemente por jovens e adultos que não se importam com a troca de energias que ocorre no ato sexual, trocas essas que permanecem no campo cármico e acompanham os espíritos nas próximas encarnações, o colocando sempre com as pessoas das quais se fizeram essa troca.

A energia sexual vem de Deus e Deus é amor, sendo então uma energia que deve ser transferida em um ato de amor. O que acontece é que a promiscuidade, poligamia e falta de sentimento genuíno, tornam essa troca de energias um enlace cármico, que vai além dos prazeres físicos. Todos com quem nos relacionamos terão uma participação em nossas vidas nas próximas encarnações, assim como os que encontramos tiveram a mesma participação em vidas passadas, portanto é essencial tornarmos nossa presença na vida dos outros significativa.

A energia sexual tem em sua existência alta potencialidade em todo o campo espiritual e celular, que passa por todo o corpo e é transferida junto com as energias já presentes no indivíduo. Se essa troca ocorre com alguém que nos relacionamos e confiamos, nos mantemos ligados a essa pessoa. Sendo uma troca casual ou banal, a ligação ocorre mas não permanece como deveria ser, pois acaba por ficar “impregnada” por um período, sendo transferível a outras pessoas, criando então um círculo cármico que se expande cada vez mais.

Será que o espiritismo proíbe então o sexo?


O espiritismo não proíbe o sexo antes do casamento ou com mais de uma pessoa, apenas alerta para que um ato que é um momento tão sublime em que dois espíritos se conectam, não seja tão banalizado como têm sido hoje. Além disso, de acordo com "O Livro dos Espíritos'', a experiência com alguns relacionamentos é uma experiência material necessária para nossa evolução (Verificar questão 291, ''O Livro dos Espíritos'').

As energias sexuais estão subordinadas a lei de causa e efeito, de uma maneira mais enlaçada que as energias que distribuímos. No final das contas tudo é troca, portanto é necessário sempre buscar vibrações boas para atrair o que a vida tem de melhor a oferecer. Somos energia pura, regidos por energia, atraímos aquilo que pensamos e desejamos, assim como o que espalhamos e desejamos para os outros, vibrar amor constantemente, é um ato de caridade e evolução do espírito, compreendendo por fim os entraves que precisamos passar nessa vida física e sempre buscando forças para continuar a caminhada da evolução.

“A essência da vida corporal, no entanto, é a conquista de si mesmo, a luta bem direcionada para que se consiga a vitória do Self, a sua harmonia, e não apenas o gozo breve, que se transfere de um estágio para outro, sempre mais ansioso e perturbador.” (''Amor, Imbatível Amor'', de Joanna de Ângelis psicografado por Divaldo Franco, p. 13, cap. 2).

É então pensar em relações mais sólidas e verdadeiras, pois um mundo em que tudo se torna descartável e temporário, poder manter um círculo de espíritos afins é agir com sabedoria diante do que nos é apresentado.

=====

Joice Pereira é colunista voluntária do blog Letra Espírita. Quer ler mais artigos dela? Clica aqui.

Visite também nosso site www.letraespirita.com.br e conheça a seleção deste mês para o Clube!

#Sexo

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita