Tópicos

A Expiação por meio de Enfermidades


Priscila Gonçalves


"Se Deus não houvesse querido que os sofrimentos corporais dissipassem ou abrandassem em certos casos, não houvera posto ao nosso alcance meios de cura. A esse respeito, a sua solicitude, em conformidade com o instinto de conservação, indica que é dever nosso procurar esses meios e aplicá-los”.


O Evangelho Segundo o Espiritismo

V – Preces pelos doentes e pelos obsidiados (KARDEC,2020).


As enfermidades físicas e psicológicas aparecem desde que a humanidade existe, e temos milhões de exemplos que incorrem aos indivíduos de todas as classes sociais, etnias, religiões e credos, idades e gêneros conhecidos. É, portanto, um mal que não exclui nenhum ser, sendo de maior ou menor grau, e, para compreender melhor a relação entre a doença, a encarnação e a expiação, socorre-nos O Evangelho Segundo o Espiritismo (KARDEC, 2020):


25. A encarnação é uma punição, e apenas os Espíritos culpados estão sujeitos a ela?


É necessária a passagem dos Espíritos pela vida corporal para que possam cumprir, com o auxílio de uma ação material, os desígnios cuja execução Deus lhes confia. É também necessária por eles mesmos, porque a atividade que são obrigados a desempenhar ajuda no desenvolvimento da inteligência. Deus, sendo soberanamente justo, deve agir igualmente com todos os seus filhos. Por isso dá a todos um mesmo ponto de partida, a mesma aptidão, as mesmas obrigações a cumprir e a mesma liberdade de agir. Todo privilégio seria uma preferência, e toda preferência uma injustiça. Mas a encarnação não é para todos os Espíritos senão um estado transitório. É uma tarefa que Deus lhes impõe em sua entrada na vida, como primeira prova do uso que farão de seu livre-arbítrio. Aqueles que cumprem essa tarefa com zelo transpõem rápida e menos penosamente os primeiros graus de iniciação, e gozam mais cedo do fruto de seus trabalhos. Aqueles, ao contrário, que fazem um mau uso da liberdade que Deus lhes concede, retardam seu progresso. Por sua obstinação, podem prolongar indefinidamente a necessidade de se reencarnar, e é aí que a encarnação se torna um castigo.


Concluindo então, a encarnação é uma necessidade de todos os Espíritos para cumprirem os desígnios de Deus e saldarem seus débitos e possíveis desafetos ante à humanidade, e também para galgarem degraus