Tópicos

CORRUPÇÃO O MAL DO SÉCULO

Atualizado: 27 de mai. de 2020


Rafael Fernandes


"Não torcerás a justiça, não farás acepção de pessoas, nem tomarás suborno; porquanto o suborno cega os olhos dos sábios e subverte a causa dos justos. Segue a justiça, e só a justiça, para que vivas e possuas a terra que o Senhor teu Deus te dá” (Deuteronômio 16:19-20).



Encontramos na reencarnação uma oportunidade para contemplar umas das mais perfeitas obras divinas, sob o impacto do progresso, observando que no bojo das tempestades surge a presença do trabalho renovador.


Ao passo que os desafios que nos são impostos desde o estágio da célula-ovo ou zigoto, passando pelo nascimento com a exteriorização do ser bem estruturado através das estruturas que compõe o ventre materno, chegando na fase da infância, da adolescência até que atinge a idade adulta, pronto para responder pelos seus feitos.


A educação durante a infância por parte daqueles que receberam essa missão, exerce um papel fundamental na formação humana da liberdade. É de fundamental importância para aprender a governar-se, a conduzir-se como ser consciente, racional e de maneira reta. Aprendendo a entrar na vida armado não apenas para a luta material, mas, primordialmente para a luta moral, buscando assim desenvolver enfaticamente mais as virtudes do próprio ser.


Desde a infância, a criança aprende a chantagear os pais pra fazer com que uma determinada situação seja passível de diálogo, e assim os pais possam barganhar atingindo o seu objetivo. Nesse momento oportuno de sua vida se faz necessário a correção dessa rota. Pois desprovida de princípios elevados, ignorando o alvo da existência, ela, no dia em que penetrar na vida pública, estará suscetível a todas as ciladas, a todos os arrebatamentos das paixões, de maneira sensual e corrompido.


Em o Livro dos Espíritos nas questões 630 e 631 os espíritos de luz nos esclarecem sobre como distinguir o bem e o mal: