Tópicos

Penitenciárias Espirituais: O Momento de Evolução em Outros Planetas


Amanda Teixeira Dourado


Sim, as penitenciárias espirituais existem, porém, muitos não sabem disso. Com certeza, ao lerem um pouco mais sobre o assunto, entenderão onde se encontram os espíritos em condições de cumprir sua estrada evolutiva.


Segundo o mineiro Geraldo Lemos Neto, responsável por preservar a memória de Chico Xavier, em uma de suas conversas, Chico relatou:


‘’Em nosso sistema solar, temos penitenciárias espirituais que são: Plutão, Mercúrio e na nossa Lua terrena’’.


Acredito que em um primeiro momento, você leitor, apenas acreditava que existia o famoso umbral, não é mesmo? Mas não existe apenas o umbral, o destino para os irmãos que estão em baixa vibração.


Nem sempre o umbral é considerado o lugar adequado para alguns, e sim as penitenciarias espirituais que se encontram em outros planetas. Isso mesmo, planetas! Aproveito para falar sobre os termos penitenciárias e prisões. Podem soar forte, mas vamos atribuir a lugares onde essas almas estão em recuperação, assim como numa escola, no qual seus integrantes estão lá para aprender.


‘’Deve-se considerar que na Terra não está a Humanidade toda, mas apenas uma pequena fração da Humanidade. (O evangelho segundo espiritismo cap III)’’.


Vejamos a questão 55 do ‘’O Livro dos Espíritos’’, que nos informa que o planeta Terra não é exclusivo:

‘’São habitados todos os globos que se movem no espaço? Sim e o homem terreno está longe de ser, como supõe, o primeiro em inteligência, em bondade e em perfeição. Entretanto, há homens que se têm por espíritos muito fortes e que imaginam pertencer a este pequenino globo o privilégio de conter seres racionais. Orgulho e vaidade! Julgam que só para eles criou Deus o Universo.” Deus povoou de seres vivos os mundos, concorrendo todos esses seres para o objetivo final da Providência. Acreditar que só os haja no planeta que habitamos fora duvidar da sabedoria de Deus, que não fez coisa alguma inútil. Certo, a esses mundos há de ele ter dado uma destinação mais séria do que a de nós recrearem a vista. Aliás, nada há, nem na posição, nem no volume, nem na constituição física da Terra, que possa induzir à suposição de que ela goze do privilégio de ser habitada, com exclusão de tantos milhares de milhões de mundos semelhantes.’’


Hoje, nós encarnados, nos encontramos no planeta Terra, estamos em um mundo de expiação e provas, que é a atual situação da Terra, no qual o mal prevalece e é essa a razão de tantas tragédias, maldades que o homem vive. Todos nós já passamos por estágios evolutivos, e agora, na Terra, temos a necessidade e a oportunidade de experimentar as situações cruéis que nos ocorrem, para entendermos, evoluirmos e valorizarmos o bem. Situação de miséria, fome, doenças e sofrimentos, que alguns encarnados devem passar por, para que prosperem. No mundo de provas e expiações existe muita maldade, e temos muito que aprender, mesmo assim existem almas que praticaram o mal ainda mais de maneira grandiosa, severa, e é a partir desse mundo que algumas almas são direcionadas as prisões espirituais.


Qual o objetivo das penitenciárias espirituais?


As prisões espirituais não servem como castigo, e sim por amor e misericórdia ao próprio condenado e todos os prejudicados por ele. Um ato de misericórdia pela carga negativa que a alma esteja transportando, ou sendo obsediado. É fornecida a chance para se arrepender. Vítimas e familiares das almas destinadas às prisões, também são beneficiadas, pois muitos podem estar sedentos de vinganças e assim atrasariam suas evoluções, focariam em ódio atras dessa alma, e autoprejudicaria sua jornada. Tudo tem seu fundamento, Deus é justo em todos os detalhes. Ou seja, aos espíritos destinados as penitenciárias espirituais, o objetivo maior é a proteção, e a chance de eles cumprirem uma ‘’pena’’ devida aos seus erros gravíssimos, de terem oportunidade que, em outros planetas, por exemplo, esses espíritos não conseguiriam evoluir, pois a chance de serem desvirtuados e interrompidos, seria grande.


Como funciona cada prisão?


Lua: local de transmigração de almas de espíritos muito devedores que promoveram guerras, corrupções massivas, que levou pessoas a fome, que promoveram grandes estragos.


Segundo o livro "Valiosos Ensinamentos com Chico Xavier” de Cezar Carneiro de Souza, o capítulo "Os exilados do planeta " diz:


‘’Em conversa fraterna com Heigorina Cunha, distinta amiga, médium espírita da cidade de Sacramento (MG), comentávamos sobre os momentos de dificuldades por que passa a humanidade.

Aquela companheira contou-me interessante conversa que tivera com Chico Xavier:

"Ao me aproximar, após cumprimentá-lo, disse-me:

— Heigorina, você também escuta o choro e as lamentações deles, não escuta?!

— De quem Chico? Não estou entendendo.

E ele explicou:

— Os espíritos rebeldes ligados ao mal estão sendo excluídos da Terra. Com a permissão de Jesus, os Benfeitores Espirituais os levam para a Lua. De lá são conduzidos para mundos bem mais inferiores que o nosso. Mediunicamente, ouço o choro deles.

Observando o meu espanto, ele concluiu:

— A Lua é uma plataforma da Terra. Você também escuta os lamentos, não é?...’’


Plutão: destinada aos piores casos, genocidas, pessoas que foram responsáveis por milhares mortes, propagaram ódio gigantesco na Terra, atrapalharam a evolução do planeta através de tanta maldade. O maior exemplo foi Adolf Hitler. Um planeta que oferece a seus habitantes, a chance de repensarem a tudo de ruim que realizaram a seus irmãos, enquanto encarnados. A prisão serve também, para o tratamento espiritual, desintoxicação da alma.


Mercúrio: Segundo a Revista Espírita (1858 – FEB) em sua página 435 ‘’Mercúrio e Saturno vêm depois da Terra’’, melhor dizendo, se enquadram nos mundos regeneradores. Na obra "O Evangelho Segundo o Espiritismo", no capítulo 3, item 17, temos o seguinte ensinamento do Espírito Santo Agostinho:


"Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os felizes. A alma que se arrepende, neles encontra a paz e o descanso, acabando por se purificar."


Vejamos que as nossas atitudes ao longo de nossa encarnação, determinam os próximos passos após o desencarne, para assim, cumprirmos nosso desenvolvimento. Vamos a um exemplo: uma pessoa, que possuiu a chance de crescer espiritualmente em uma nova encarnação, e ainda sim, desperdiçou, se entregando a prática de assassinatos, consumo de vícios, em seu desencarne, poderá sim, ter seu destino uma penitenciaria espiritual.


Temos um exemplo famoso de Hitler, que vive em Plutão, devido sua grande visibilidade por número grande de espíritos, aguardando o tempo necessário de regeneração, pois se ele não fosse a Plutão, Hitler não conseguiria colher evolução, devido a muitos espíritos sedentos de vingança, a tudo que realizou em sua jornada na Terra. Para saber mais sobre esse caso específico, o no nosso Blog possui um artigo falando apenas desse tema.


As prisões são penitenciárias que possuem guardiões, justamente para que não seja atrapalhado o "tratamento" desses espíritos, através da influência de vingadores, ou do próprio espírito que queira "fugir" do planeta que lhe foi destinado.


Por que esses espíritos estão nessas prisões?


Caso esses espíritos não cumpram seus destinos para as prisões, eles podem reencarnar novamente, e assim, continuar praticando em suas próximas vidas esses atos graves, além de acumular vinganças daqueles que prejudicou algum dia. Deus sabe de todas as coisas.


Você já parou para orar por esses espíritos? Sabe da importância da oração na evolução deles? Muitas vezes julgamos apenas o que eles realizaram ou representaram, entretanto esquecemos o principal, não julgar. Cabe a nós, orarmos, para que assim, contribuímos para o progresso de suas almas.


E que fique claro que não existe uma regra para o espírito destinado as prisões espirituais! Não é seguido um protocolo, tudo depende sempre daquilo que foi praticado. Somente Deus pode nos julgar.

Consideremos a obra " O céu e o inferno" de Allan Kardec:


‘’Como o Espírito tem sempre o livre-arbítrio, o progresso por vezes se lhe torna lento, e tenaz a sua obstinação no mal. Nesse estado pode persistir anos e séculos, vindo por fim um momento em que a sua contumácia se modifica pelo sofrimento, e, a despeito da sua jactância, reconhece o poder superior que o domina. Então, desde que se manifestam os primeiros vislumbres de arrependimento, Deus lhe faz entrever a esperança. Nem há Espírito incapaz de nunca progredir, votado a eterna inferioridade, o que seria a negação da lei de progresso, que providencialmente rege todas as criaturas. Quaisquer que sejam a inferioridade e perversidade dos Espíritos, Deus jamais os abandona. Todos têm seu anjo da guarda (guia) que por eles vela, espreita-lhe os movimentos da alma, e se esforçam por suscitar-lhes bons pensamentos, desejos de progredir, de reparar em uma nova existência o mal que praticaram. ‘’

Percebeu no texto acima citado que todos possuem seu guia, e sim, até esses espíritos que cumprem sua evolução nas prisões espirituais? O caso de Hitler nos traz uma história emocionante dele e de Mahatma Gandhi. Gandhi quando encarnado, tentou propagar a não violência, solicitou através de cartas pedidos a Hitler, para que não propagasse a guerra, e atos monstruosos. Não era por acaso esse pedido no mundo físico, infelizmente a guerra aconteceu e suas consequências fatais vieram juntas.


Gandhi foi assassinado por patriotismo, e ao ser desencarnado, teve ciência da situação de Hitler em Plutão, solicitou ao Cristo para que pudesse ser mentor de Hitler durante seu tempo na prisão, e foi aceito seu pedido. Gandhi é um exemplo de amor, caridade, ele poderia apenas desejar ódio, achar que Hitler merece ser castigado, ou simplesmente não se envolver, mas não, preferiu contribuir com amor e misericórdia.


Temos a tendência em desejar o castigo de nossos irmãos que algum dia nos feriram, principalmente de pessoas que marcaram de alguma forma nosso país, enfim, deixou história registrada através de muita dor, mas não podemos deixar o ódio nos dominar, devemos vigiar sempre. Temos muito que evoluir, estamos atrasados. Você já orou por essas almas? Você tem o conhecimento da importância da oração para eles?


Vejamos planetas prisão como uma escola, no qual seus integrantes estão lá para se reeducar. Será que somos prisioneiros do nosso próprio ego? Paixões? Vícios? Prazeres? Enquanto não aprendermos a trabalhar o amor entre nós, não deixaremos de viver em meio a tantas tragédias. Busquemos energias positivas. Devemos ser gratos por todas as experiências que passarmos, mesmo as negativas, para que sejamos pessoas melhores. Muita luz a todos!

REFERÊNCIAS

http://www.vinhadeluz.com.br/site/noticia.php?id=1041 (acesso em 13/05/2021)

KARDEC, Allan. O Céu e o Inferno. Pág. 86. FEB, 2014.

KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap. 3, item 17. Editora; FEB, 2014.

KARDEC, Allan. O livro dos espíritos de janeiro. FEB, 2004.

Revista Espírita. Vol. 1. FEB, 1858.

SOUZA, Cezar Carneiro de. Valiosos Ensinamentos com Chico Xavier. Ide - Inst. De Difusão Espírita.

6,145 visualizações
Postagens Recentes