Tópicos

Personalidades Espíritas: Peixotinho


Milena Araújo


Nascido em 1° fevereiro do ano de 1905, na cidade de Pacatuba, interior do estado do Ceará, Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho, foi o mais conhecido médium de materialização e efeitos físicos do país.


Ainda criança tornou-se órfão de Miguel Peixoto Lins e Joana Alves Peixoto. Recebeu os carinhos e cuidados dos tios maternos e mudou-se para Fortaleza/CE.


Educado em um Seminário Católico, para atender à vontade de seus tios, começou a questionar os dogmas da Igreja. Dúvidas sobre a existência de Deus, bem como o que justificaria os nascimentos de seres anormais e as discrepâncias sociais no Nordeste brasileiro, passaram a incomodar seus professores. Os questionamentos se transformaram em penitências e castigos como correção.


Aos quatorze anos, com a permissão dos tios, se aventurou pela Amazônia, numa tentativa de encontrar uma melhor condição de vida, diferente da dura realidade nordestina. Trabalhou nos seringais amazonenses em árduo trabalho. Enfrentou, ainda muito jovem, os desafios de uma vida solitária, se expondo aos perigos que rondam todo o forasteiro em terra estranha. Por lá, permaneceu por dois anos, retornando em seguida, para Fortaleza/CE.


Com o alistamento no Exército Brasileiro, em 1926 foi servir na capital da República, no Rio de Janeiro, na Fortaleza de Santa Cruz da Barra. Em seguida, com sua transferência para Macaé/RJ, cidade litorânea fluminense, iniciou seus estudos na Doutrina Espírita. No ano de 1933, junto a amigos espíritas, fundou o Grupo Espírita Pedro.


No mesmo ano, se casou com Benedita Vieira Peixoto, a "Baby", com quem teve 9 filhos.


Por ser militar morou em diversas cidades. Em cada cidade que residiu como Santos/SP, Imbituba/SP, Campos dos Goytacazes/RJ e Rio de Janeiro fundou um posto para receituário homeopático e Grupos Espíritas.


No período que serviu em Imbituba, no ano de 1945, fundou com a ajuda dos estimados amigos e confrades Antônio Alves Ferreira e Jacques Aboab, o Grupo Espírita André Luiz. Das reuniões semanais na residência do confrade Antônio, surgiu esse Grupo, que passou a se reunir provisoriamente, no escritório do companheiro Jacob, num sobrado localizado na Rua Moncorvo Filho, 27. Com o Grupo Espírita André Luiz, Peixotinho trabalhou como médium de efeitos físicos em sessões de materializações luminosas.


Em 1948, ele foi novamente transferido, agora para a cidade de Santos. Lá frequentou o Centro Espírita Ismênia de Jesus. No mesmo ano, em Pedro Leopoldo, conheceu o médium e amigo Francisco Cândido Xavier com quem participou ativamente em reuniões de materialização e tratamento a enfermos.


Foi breve a sua passagem por Santos. No ano seguinte, fora transferido para Campos dos Goytacazes/RJ onde frequentou e participou do Grupo Espírita Joana D'Arc. Com o aumento dos frequentadores às reuniões que realizava em culto doméstico e com o apoio de amigos e familiares, fundou o Grupo Espírita Aracy, também em Campos dos Goytacazes/RJ.

O espírito Aracy passa então a ser sua guia espiritual. Esse espírito fora também sua filha na última reencarnação.


No Grupo Espírita Aracy, Peixotinho dedicou-se aos trabalhos de assistência até o seu desencarne. Na madrugada do dia 16 de junho de 1966, ao lado da esposa e filhas, o médium regressou à pátria espiritual embalado por um hino de harmonização, cantado por elas e que antecediam as sessões no Centro Espírita.


Aspectos da vida mediúnica

Durante os anos de atividade mediúnica, Peixotinho jamais cobrou pelos atendimentos realizados. Viveu da remuneração que recebia como capitão reformado do Exército brasileiro.


Em certa ocasião, pouco menos de 18 anos, por muito pouco fora enterrado vivo devido a um profundo estado de catalepsia que durou vinte horas ininterruptas. Quando retornou à consciência, encontrava-se paralisado, ficando assim por seis meses. Melhorou dessa condição através do auxílio de amigos espíritas que lhe deram água fluidificada, aplicação de passes, leitura do Evangelho no Lar e estudo das obras básicas do Espiritismo.


Com a ajuda do major Vianna de Carvalho­ - importante expoente na divulgação da Doutrina Espírita no Brasil - Peixotinho iniciou o desenvolvimento de sua mediunidade, ainda em Fortaleza/CE.


Muito jovem, com 16 anos, desmaterializou-se e materializou-se novamente diante de muitas pessoas. Porém, os fenômenos de materialização foram mais conhecidos na década de 40.


Nas materializações, muitas foram as testemunhas dos efeitos produzidos na aproximação dos espíritos. Viam-se clarões como relâmpagos em tons verde/roxo/azulado.


Peixotinho foi um médium de cura, de psicofonia e psicografia. Desenvolveu também a pneumatografia - a escrita no papel sem utilização de caneta ou lápis, ou da mão do médium – tendo recebido do Espírito Irmã Sheilla uma mensagem espetacular.


Simultaneamente, Peixotinho recebeu três Espíritos. Deles, foram psicografados com uma mão, uma mensagem filosófica, por outra, uma mensagem de teor científico e uma mensagem psicofônica, transmitida ao mesmo tempo.


Dedicou-se aos atendimentos de casos de obsessão e cura da asma “dos outros”. Enviou muitas receitas de tratamento pelo correio. Nunca permitiu receber pessoalmente os agradecimentos de uma recuperação do agravo. Dizia que se assim acontecesse, a asma voltaria. Sofria de asma também. Aceitou a doença resignado, por compreender ser essa a sua provação na Terra.


Sobre a doença, certa vez, um conhecido médium esclareceu que tal agravo da saúde era oriunda de uma vida passada da qual Peixotinho fora um corsário. Como comandante do navio, ao tomar outro navio, ele sufocava suas vítimas com pele molhada de animal ao sol, que ao secarem, asfixiavam-nas.


Enfim, franzino, asmático e vitimado pelas calúnias e descrenças, sempre se manteve firme no propósito de servir à vontade Divina, fazendo da mediunidade singular, um recurso para o trabalho do bem, em amparo ao próximo.


==========

Referências:

ISHIYAMA, Mary. Francisco Peixoto Lins – Peixotinho. 2015. Disponível em: <http://www.mundoespirita.com.br/?materia=francisco-peixoto-lins-peixotinho.html>. Acesso em: 05 nov.2019.

<https://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_Peixoto_Lins>. Acesso em: 05 nov.2019.

<www.oconsolador.com.br/linkfixo/biografias/franciscopeixoto.html>. Acesso em: 05 nov.2019.


Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita