Tópicos

Um Olhar Sobre o Transtorno Do Déficit De Atenção Com Hiperatividade (TDAH)



Primeiramente, de acordo com a definição oferecida pela Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA), o TDAH é conceituado como um “transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente, acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade”.

De acordo com o Centro Virtual de Divulgação e Estudo do Espiritismo (CVEE), em entrevista com o Palestrante Adenauer, inicialmente tem-se o esclarecimentos de que o TDAH não está relacionado com questões mediúnicas, haja vista que “a mediunidade é uma faculdade que proporciona ao indivíduo um grau maior de interação com o espiritual, não promovendo diretamente e necessariamente qualquer sintoma que se assemelhe a um transtorno psíquico”.

Entretanto, ainda segundo Adenauer, “a obsessão espiritual pode, em casos específicos, promover alterações na personalidade do indivíduo, dificultando a concentração e provocando aceleração motora, típicas do TDAH”.

Ocorre que, quando se adentro a questão de obsessões, é necessário que se tenha cuidado, pois não se trata de uma regra que o portador de TDAH esteja sendo vítima de uma obsessão.

Nesse sentido, nos socorre o Livro dos Espíritos. Na questão 473, explica-se que “o Espírito não entra em um corpo como entras em uma casa. Ele se afina com um Espírito encarnado que tem os mesmos defeitos e as mesmas qualidades para agir conjuntamente. Mas é sempre o Espírito encarnado que age como quer sobre a matéria da qual está revestido. Um Espírito não pode se substituir àquele que está encarnado, porque o Espírito e o corpo estão ligados até o tempo marcado para o término da existência material”. Portanto, a resposta da questão 474 ensina que “essa dominação não se faz jamais sem a participação daquele que a suporta, seja por sua fraqueza, seja por seu desejo”.

Conclui-se, portanto, que o Espírito afim ao encarnado passa a exercer sua influência sobre este, de forma que torna-se possesso, mas há que se entender que as atitudes dali em diante, são do encarnado.

Para que se diga que a obsessão é a causa do TDAH, é necessário cuidado e a observância de vários outros “sintomas”. Como sempre dizemos, o tratamento médico em caso de qualquer patologia é primordial, de forma que caminhe lado a lado com o tratamento espiritual, se for o caso.

Espiritualmente, neutraliza-se a influência dos maus Espíritos “fazendo o bem e colocando toda a vossa confiança em Deus, repelis a influência dos Espíritos inferiores, e destruís o império que eles querem tomar sobre vós. Evitai escutar as sugestões dos Espíritos que suscitam em vós os maus pensamentos, sopram a discórdia entre vós e vos excitam todas as más paixões. Desconfiai, sobretudo, daqueles que exaltam vosso orgulho porque vos tomam por vossa fraqueza. Eis porque Jesus nos faz dizer na oração dominical: “Senhor! Não nos deixeis sucumbir à tentação, mas livrai-nos do mal” (LE – Questão 469).

=====

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.


#TDAH #Mediunidade #Espíritos #RafaelaPaes

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita