top of page
Tópicos

Mediunidade: elo entre dois mundos


Carlos Alexandre de Oliveira


A mediunidade é um fenômeno que ultrapassa os limites da realidade física e tem despertado fascínio, investigação e reflexão em tradições espirituais por todo o mundo, há séculos. No contexto do Espiritismo, uma Doutrina que busca elucidar as relações entre os Planos Material e Espiritual, a mediunidade é considerada uma Faculdade Espiritual que oferece uma janela de comunicação entre esses dois mundos, conforme leciona “O Livros dos Espíritos” (KARDEC, 2013, p. 238).


Conforme delineado por Allan Kardec, o Codificador do Espiritismo, em “O Livro dos Médiuns” (2013, p. 167), a mediunidade é a capacidade as pessoas têm de servir como intermediárias entre seres encarnados e seres desencarnados. Esta ponte Espiritual viabiliza a transmissão de mensagens, orientações e conhecimentos de natureza espiritual, proporcionando clareza e perspectivas que transcendem os limites da percepção sensorial.


Ensina-nos “O Livro dos Médiuns” que esta faculdade se manifesta de várias formas, cada uma com características únicas. Desde a psicofonia e a psicografia, até a vidência e a audiência, as várias facetas da mediunidade oferecem diferentes maneiras de estabelecer contato com o mundo espiritual. Cada tipo permite uma conexão distinta com as entidades desencarnadas, ampliando o espectro de interações entre esses dois reinos (KARDEC, 2013, p. 71).


Segundo Kardec, em “O Livro dos Médiuns” (2013, p. 205), o desenvolvimento mediúnico transcende a simples aquisição de habilidades técnicas; é uma jornada em direção à evolução espiritual. O médium é convocado a cultivar virtudes como humildade, benevolência e paciência, enquanto se empenha em compreender a essência da mediunidade e suas implicações éticas. A responsabilidade do médium em transmitir informações verídicas, evitar qualquer forma de mistificação e contribuir para o bem-estar espiritual das pessoas é um compromisso que deve ser abraçado com seriedade e integridade.


Conforme descrito no livro “Mecanismos da Mediunidade”, (XAVIER, VIEIRA, 1987, p. 169) é fundamental adotar precauções que garantam não apenas a segurança emocional, mas também a espiritual. O cultivo do autoconhecimento, o equilíbrio emocional, o discernimento, a proteção energética, o exercício do amor e da caridade, juntamente com o compromisso com um estudo contínuo e a orientação espiritual, são imperativos nesse caminho. Portanto, é altamente recomendável que aqueles que buscam o desenvolvimento mediúnico, encontrem apoio em casas espíritas, onde podem adquirir o preparo necessário. O compromisso com esses princípios não apenas assegura um desenvolvimento mediúnico saudável, mas também pautado na ética e no respeito ao bem maior.


Segundo “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, a prática mediúnica, quando fundamentada na ética e no amor ao próximo, tem o poder de transformar a sociedade. Através das comunicações, é possível proporcionar consolo aos aflitos, orientação moral e espiritual, além do esclarecimento sobre os mistérios da existência. O médium, ao atuar como instrumento do Mundo Espiritual, pode estimular a expansão da caridade e da solidariedade, promovendo uma cultura de ajuda mútua e empatia. (KARDEC, 2013, capítulo XXVI, item 7.)


A mediunidade, como uma Faculdade Espiritual, não apenas une dois mundos, mas também transcende as barreiras da compreensão limitada do ser humano. À medida que exploramos suas nuances e aplicações, percebemos que a mediunidade oferece uma oportunidade profunda para a expansão da consciência, a evolução espiritual e a construção de uma sociedade mais compassiva e espiritualmente consciente, conforme Paulo destacou em sua carta aos coríntios: "Porque nós somos cooperadores de Deus" (1 Coríntios 3:9).

Referências:


KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Tradução de Guillon Ribeiro. 93ª Edição. Brasília/DF, 2013. FEB.


KARDEC, Allan. O Livro dos Médiuns. Tradução de Evandro Noleto Bezerra. 2ª Edição. Brasília/DF, 2013. FEB.


KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Tradução de Guillon Ribeiro. 131ª Edição. Brasília/DF, 2013. FEB.


XAVIER, Francisco Cândido; VIEIRA, Waldo. Mecanismos da Mediunidade. 10ª Edição. Brasília/DF, 1987. FEB.



266 visualizações

Comentários


Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves
bottom of page