Tópicos

Sexo e Espiritismo - Adultério e Prostituição


Fernanda Machado


Queridos irmãos, neste artigo da série “Falando sobre sexo”, abordaremos os temas adultério e prostituição. Ao longo deste nosso estudo, já pudemos notar que é necessário compreender o sexo sob o ponto de vista espiritual, e não apenas material. Além disso, o assunto deve ser estudado com respeito e sem tabus, de forma clara para que possamos aprender a controlar as nossas paixões.


É interessante notar que Moisés trouxe, em um dos dez mandamentos, o tema adultério. É assim que o sétimo mandamento diz: “não cometais adultério”. Devemos entender, então, que desde muito tempo o homem entende o equívoco existente em tal atitude. Porém, até os dias de hoje, vemos muitos casos acontecerem, o tempo todo.


Nos relacionamentos conjugais em que há afeição verdadeira e recíproca, não há espaço para traição. Aqui, estamos nos referindo à afeição real, duradoura, que ocorre entre almas e que sobrevive à morte do corpo material. Haverá um dia em que os casais entenderão esse conceito e saberão que devem estar unidos, se apoiando mutuamente para que cada um progrida em sua evolução moral.


Já em uma relação adúltera, o infiel atrai a companhia de espíritos mal intencionados, já que encarnados e desencarnados estão sempre ligados por pensamentos parecidos. Em zonas boêmias onde impera a luxúria e a devassidão, é comum encontrarmos muitos espíritos acompanhando os homens e mulheres, pois conseguem participar e gozar de todo o ato sexual em conjunto com os encarnados. Também pode acontecer de um encarnado visitar o plano espiritual durante o sono, buscando lugares em que se concentram espíritos que buscam o sexo.


No livro Sexo Além da Morte, um dos personagens, que é casado, ao dormir acaba frequentando um bordel, em zonas inferiores do plano espiritual. Lá, se entrega ao adultério enquanto está em seu corpo espiritual. Ele justifica sua atitude dizendo que nunca obteve carinho da esposa e que optou por encontrar o prazer sexual dessa forma, já que não iria traí-la publicamente entre os homens da Terra.


Ao acordar, guarda a lembrança dessas orgias, porém acha que foram apenas sonhos ou pesadelos. Essa história deixa um alerta para que estejamos sempre vigilantes, a fim de evitar situações penosas e consequências ainda mais devastadoras.

Há maridos e esposas que, ao invés de traírem seus parceiros, optam por pagar uma ou um garota/garoto de programa. É importante salientar que no comércio do sexo, todos saem perdendo: quem paga, quem se vende e quem produz. Isso vale também para os filmes pornográficos. Em ambos os casos, o materialismo e o desejo de posse imperam.


Pode até ser que, de início, a prostituta se deslumbre com o tão falado “dinheiro fácil”: no entanto, ao longo do tempo percebe que a realidade é perversa e seu coração fica cada vez mais torturado. Mas e nos casos de necessidade financeira? Seria então permitido que a mulher venda seu próprio corpo?


Para esclarecer essa pergunta, vamos citar o livro Esculpindo o próprio destino, em que uma jovem chamada Rosimeire se vê em uma situação complicada. Sua mãe tem câncer de mama, porém elas não têm dinheiro para os tratamentos necessários e muito menos plano de saúde. O ex-chefe de Rosimeire, Rodrigo, se mostra disposto a pagar por todo o tipo de cuidados que a mãezinha precisasse, mas para isso a jovem deveria se entregar a ele fisicamente.


Rosimeire fica em dúvida de qual seria o correto proceder, e em suas reflexões entende que ficar com Rodrigo seria um erro, pois Jesus nos pediu que buscássemos a Ele nos momentos difíceis. Dessa forma, a jovem vence suas paixões, pois quando era ainda mais nova tinha sido garota de programa. Ela age certo ao recusar a oferta de Rodrigo e buscar outras formas de ajudar a mãe tão amada.


Portanto, prezados irmãos, aprendemos que sexo é sublime tesouro e não deve ser tratado com desrespeito. Deus nos concedeu esse corpo material como empréstimo, para podermos viver na Terra e superarmos as provas e expiações. Não devemos descuidar da nossa casa física de forma a aumentar ainda mais nossos débitos com as leis divinas. Que nós possamos ter sabedoria e discernimento para guiar nosso livre arbítrio rumo à evolução!


Que possamos aprender e evoluir juntos, rumo ao Criador!

BARCELOS, W. Sexo e evolução. 3ª ed, FEB, Rio de Janeiro, 1994.


CHAGAS, J. Qual a visão espírita do adultério? 2017. Disponível em: https://radioboanova.com.br/estudo_espirita/qual-visao-espirita-do-adulterio/. Acesso em: 25 jun. 2019.

KARDEC, A. O evangelho segundo o espiritismo. FEB, Rio de Janeiro. Edição em formato digital.


KARDEC, A. O Livro dos espíritos. FEB, Rio de Janeiro. Edição em formato digital.

KÜHL, E. Sexo sublime tesouro, 1ªed, Editora espírita cristã Fonte Viva, Belo Horizonte, 1992.

NEILMORIS, L. Sexualidade sob um olhar espírita. Distribuição em formato digital pelo portal Luz Espírita, 2011.

RANIERI, R. A. O Sexo além da morte, orientado pelo espírito André Luiz. 10ªed, Editora da Fraternidade, Guaratinguetá, 1991.


RUIZ, A. L. Esculpindo o próprio destino, pelo espírito Lucius. 1ª ed e-book, Ide Editora, Araras, 2011.


VIEIRA, W. XAVIER, F. C. Evolução em dois mundos, pelo espírito André Luiz.

VIEIRA, W. XAVIER, F. C. Sexo e destino, pelo espírito André Luiz. 12ªed, FEB, 2008.

XAVIER, F. C. Vida e sexo, pelo espírito Emmanuel. 1ªed, FEB, 1970.

590 visualizações
Postagens Recentes