Tópicos

A Alma dos Animais



Do átomo ao arcanjo! É como definem os espíritos uma das maiores leis de Deus a evolução. “Tudo se encadeia na natureza, desde o átomo primitivo até o arcanjo pois ele mesmo começou pelo átomo.” (Livro dos Espíritos, Questão 540).

Ainda é muito difícil a assimilação para muitas pessoas de que os animais possuem alma, ainda somos apegados a falsa ideia de que somos a única raça consciente em um universo que não conseguimos nem mesmo mensurar o tamanho.

Fomos criados simples e ignorantes, onde inicialmente, não passávamos de princípios espirituais. Para termos uma breve noção de nossa pequenez, podemos exemplificar da seguinte forma, a célula é princípio espiritual em evolução, após um período nesta fase, evoluímos para o reino vegetal, onde o princípio espiritual se apresenta como vida orgânica, após percorrer este caminho, o espirito continua em evolução, e, já tendo maior controle sobre seu psiquismo, surge de modo animal, após muito aprendizado em diversas encarnações como animal, após ter domínio de algumas faculdades, nosso perispírito vai se habituando e evoluindo o controle do corpo físico animal, até chegarmos ao estágio onde, continuando o processo evolutivo, o animal não mais passa por experiências neste estado evolutivo e progride à frente, passando então do átomo, à busca de eras, para arcanjo.

Apesar de parecer um processo simples e rápido, tomo as palavras de Emmanuel como esclarecimento: “O animal atravessa longas eras de provas, a fim de domesticar-se, tanto quanto o homem atravessa outras tantas longas eras para instruir-se.”

Assim como nós humanos passamos por variados estágios evolutivos e de entendimento, a alma dos animais possuem a mesma caminhada, o seu corpo e instintos é que podem nos transmitir em que grau evolutivo que aquela alma está, quanto mais feroz, mais ainda terá que evoluir até chegar em um estágio mais domesticado. Podemos assim dizer então que a alma animal nada difere da alma humana, a não ser o fato de estarmos em estágio de evolução mito mais adiantado. Porém, ainda assim, devemos nos compadecer com nossos irmãos em evolução (leia-se animais), pois estamos aqui para ajudar na evolução deles, assim como nossos mentores e guias estão para a nossa. Com essa informação fixada em nossas mentes, podemos então, nos questionar a contribuição que fazemos aos nossos irmãos menores.

Podemos perceber, que em geral, a humanidade se encontra ainda em um grau inferior de evolução, tendo em vista que utilizamos de nossos companheiros de caminhada em busca da perfeição (os animais), como fonte de alimento. Muitos defensores dos churrascos de fim de semana, enunciam que desde que o mundo é mundo somos carnívoros e que os próprios animais tem por extinto matar para comer. Muitos esquecem e outros ainda não tem o entendimento de que somos espíritos em progresso, não podendo ter como exemplo atitudes que tínhamos em nosso passado com outras civilizações, pois estaríamos buscando o retrocesso à evolução. Olhar para trás e querer continuar a viver em um mondo de expiações e provas, fazendo mal a um outro ser, uma outra vida somente para satisfação própria.

Não devemos amar um cachorro e esquecer o quão doce um bovino é, não devemos fechar os olhos para os maus tratos sofridos em granjas e pecuárias que visam ao lucro, somente pelo agrado ao nosso paladar, sendo ele, cada vez menos necessário conforme nosso grau de evolução. Não queremos tornar este artigo uma bandeira para o vegetarianismo ou veganismo, devemos tirar e nossas mentes a errada ideia de que os animais estão aqui para nos servir, devemos entender que é totalmente o oposto à esse pensamento. Nós estamos aqui para servir de ajuda na evolução dos animais, auxiliando-os em seu desenvolvimento. Esse auxilio nos é de muito bom grado, pois enquanto estendemos a mão aos que estão passando por um estágio o qual já estivemos, nós conseguimos progredir em nossa própria caminhada, colhendo frutos dos bens que praticamos com o outro, mesmo sendo ele, uma “outra raça” pois “Os homens trazem no seu físico os traços indeléveis da animalidade e sua alma reflete os instintos dos seres inferiores da criação.”

Por compreender o grau de entendimento que a maioria de nós, e por consequência, nossa sociedade se encontra, devemos nos aceitar pequenos e inferiores visto o amor imensurável de Deus sobre nós, assim como precisamos de ajuda e amparo da espiritualidade para progredir, nossos irmãos animais precisam de nossa ajuda na caminhada de progresso que vivem. Que nosso egoísmo seja aos poucos, substituído por amor aqueles que estão ao nosso redor pedindo compaixão.

Você sozinho não irá mudar o mundo, mas suas ações certamente irão impactar o seu redor e ser responsáveis pelo bem de algumas almas (animais e humanas). Que o pouco de cada um, torne-se o muito de todos.

=====

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em casa livros espíritas e aprender sobre a Doutrina.


#Animais #Alma

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita