top of page
Tópicos

Entrevista Sobre o Filme Lunares


O blog Letra Espírita conversou com Marco Aurélio Giangiardi, diretor, produtor e roteirista do filme Lunares a respeito do projeto. Leia abaixo e conheça um pouco mais sobre os objetivos deste trabalho que busca uma maior conscientização em torno da prevenção ao suicídio.


1. Apresente-nos o novo projeto, o filme Lunares!

Após o lançamento do filme Portal dos Sonhos, nosso primeiro longa-metragem com o objetivo de combater o suicídio, o Plano Espiritual solicitou a produção de um outro longa-metragem com uma linguagem mais focada no público jovem, onde os índices de suicídio direto e indireto são muito elevados. Durante muitos anos havíamos apresentado uma peça de teatro de nome Lunares, que fazia muito sucesso junto a este público. Resolvemos, então, adaptá-la para o cinema e, depois de três anos de muito trabalho, conseguimos fazer a sua estreia. Lunares já conquistou, até o momento, vinte e um prêmios em festivais internacionais de cinema. Conta a história de cinco pessoas numa casa, numa noite de tempestade, onde fatos sobrenaturais começam a acontecer obrigando os personagens a realizar um perigoso jogo com o invisível, de onde surge uma mensagem de alerta para eles. A trama prende a plateia durante todos os 64 minutos que o filme dura. O final surpreenderá a todos.


2. Vocês também produziram o filme Portal dos Sonhos. Quais as principais diferenças vividas na execução dos dois projetos?

Portal dos Sonhos, para nós, foi como trocar um pneu furado com o carro em movimento. Não sabíamos como fazer um longa-metragem. Nossa vivência com teatro era intensa e sólida. Já com produção cinematográfica, não tínhamos nenhuma experiência. Tivemos que aprender tudo ao longo dos 5 anos que demoramos para concluir o filme. Tivemos que ter muita coragem, fé e ousadia. Agora, quando resolvemos produzir Lunares, já estávamos relativamente preparados, bem mais experientes. Ficou bem mais fácil, pois sabíamos o que fazer e como fazer.


3. Qual a principal lição que Lunares ensinará e deixará para o público?

São muitas as lições. A principal delas é a do recado final “como ficam as pessoas que você ama e quer bem e deixará por aqui caso resolva se autodestruir?". A história é envolvente. Prende o espectador o tempo todo. Há muitos momentos divertidos e outros dramáticos. O amor à existência, a união, o respeito aos semelhantes, a busca de sentido para a vida e o saber perdoar, são recados muito fortes no filme.


4. Quais as expectativas da equipe?

Queremos salvar vidas. Nosso maior prêmio é saber que Lunares sensibilizou e fez sentido para alguém. Motivar essa pessoa a se manter viva, buscando novos sentidos para a sua existência ou mesmo percebendo que precisa buscar ajuda e que ela nunca estará desamparada nessa busca.


5. Conte-nos onde e como o público pode assistir a mais esta magnífica obra de divulgação da Doutrina Espírita?

Lunares está disponível no YouTube, com legendas em português, inglês, legenda para deficientes auditivos e com áudio descrição para deficientes visuais. Basta digitar no YouTube @associacaolunares2608.


6. Deixe a sua mensagem final

O planeta terra atravessa um momento muito difícil. Os índices de suicídio aumentaram drasticamente ao longo dos anos. Nós, Espíritas, unidos, utilizando junto ao nosso próximo necessitado de apoio e luz, ferramentas como o filme Lunares, salvaremos muitas vidas do desastre da autodestruição.

385 visualizações

Comments


Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves
bottom of page