Tópicos

O temeroso e perigoso "Tribunal das Redes Socais"



No Tribunal das Redes Sociais todos são julgados, criticados, ofendidos por outras pessoas que consideram ser melhores que as outras, sendo que estas também acabam sendo julgadas, criticadas e ofendidas. Ou seja, é um território de guerras aonde todos se atacam, na maioria das vezes, sem qualquer fundamento, apenas porque discordam uns com os outros, ou pior, em razão dos seus achismos.

No Tribunal das Redes Sociais as pessoas não podem expor livremente suas opiniões porque alguém sempre se sentirá ofendido e irá destilar ódio em resposta. Ao invés de conversar e dialogar preferem partir para o ataque, uma forma de autodefesa, talvez.

Neste Tribunal, temos grandes vozes, vulgo sites de notícias, jornais, que publicam muitos casos, dos mais variados tipos para que seus juízes de plantão, vulgo seguidores, julguem sem qualquer conhecimento real de causa, apenas considerando como uma verdade absoluta o que leram naquela notícia. Quanto mais curtidas e compartilhamos mais veracidade a notícia tem, não importando a lógica racional do que é narrado, é assim que os juízes da internet fazem suas avaliações.

Eles, porém, se esquecem, que as grandes vozes das redes sociais querem simplesmente uma coisa: audiência. Quanto mais comentários, curtidas, compartilhamentos, melhor. Não importa se é repercussão positiva ou negativa, importa apenas estar na boca do povo. Para isso, muitas notícias são adulteradas e escritas de uma forma sensacionalista. O povo cai e os juízes manipulados vem a tona. Você talvez ainda não tenha pensado que é, quase sempre, manipulado na internet, não é mesmo? Mas é. Acredite.

Um recente caso de manipulação midiática é o do jovem Josias. O resultado, infelizmente foi trágico, ocasionando o suicídio do rapaz e a desestruturação de uma família. Sobre este polêmico assunto, inúmeros jornais que preferimos não citar o nome, publicaram em letras garrafais e insistentemente que "Falso médico foi preso por dizer que era formado pela série "Grey's Anatomy". A notícia viralizou e todo mundo começou a rir da situação, ofender o rapaz, criticar, xingar, se revoltar. Inúmeras reações com base, na maioria dos casos, apenas no que leram na manchete. Uma menor parte leu efetivamente as matérias e quase ninguém procurou realmente saber o que verdadeiramente aconteceu e se era tudo realmente verdade. Você caro leitor, que teve acesso a este caso, ficou apenas com as notícias da internet ou foi efetivamente investigar todas as fontes?

Ocorre que quem investigou descobriu que não era tudo tão verdade assim. A história tem um fundo de verdade misturada a sensacionalismo com um tanto de mau entendido e uma dose imensa de julgamentos.

O rapaz realmente não era médico, mas de acordo com seus amigos, que estiveram em sua formatura, ele era cuidador. Ele também pretendia ter um canal no Youtube e em um dos vídeos, chamado "50 fatos sobre mim", popular na rede, ele apenas brincou em tom bem humorado dizendo que "Era formado em medicina pela série".

Ele realmente foi preso mas foi um mal entendido, que foi esclarecido e tudo bem. Ops, exceto pelo fato de que a bomba caiu no Tribunal da Internet e os juízes de plantão começaram os ataques ferrenhos ao rapaz que sem aguentar tanta pressão, optou pelo suicídio em uma tentativa desesperada de por fim ao sofrimento e perseguição.

Quantas vezes nós não somos juízes de alguém? Quantas vezes não somos assassinos sem que percebamos? A internet tem muita coisa boa, mas infelizmente, é aonde o ser humano tem demonstrado o pior de si.

Apenas reflita.

#Diversos

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita