Tópicos

Sexo e Espiritismo - Ideias Gerais


Fernanda Machado


Queridos irmãos, quantos tabus envolvem a questão da sexualidade! Visando esclarecer esses pontos, trazemos aqui o primeiro artigo de uma série sobre o tema. Abordaremos questões como: erotismo, prostituição, celibato, adultério, poligamia, amor, entre outros. Quais serão as consequências do uso do sexo desenfreado? Como é aplicada a Lei de Causa e Efeito nesses casos? Veremos tudo isso em nossos estudos.


Devemos ter em mente que a força do pensamento é a maior força que possuímos. Em segundo lugar, vem o sexo. Isso mostra a importância de se tratar o assunto com cuidado. Sexo é divino, é legado sublime, possibilita a reencarnação dos espíritos e a formação de famílias para que a humanidade caminhe rumo à evolução! Além disso, sexo é reconstituinte das forças espirituais, renovando corpo e alma.


De forma alguma devemos pensar em sexo como algo sujo, feio, proibido e pecaminoso. Do mesmo jeito, não devemos nos entregar aos desvarios do sexo. Nosso corpo nos foi dado como carga valiosa que devemos cuidar durante a nossa jornada terrestre. No entanto, podemos observar certa libertinagem nos dias atuais. Boa parte disso é resultado do nosso passado de repreensão e intolerância quanto ao tema sexo. Quando o sexo é praticado apenas para satisfazer a carne, ele não sacia a fome de amor em nós. Sendo assim, nos cabe encontrar o equilíbrio, para que não tenhamos que enfrentar terríveis consequências.


Nesse sentido, trazemos dois exemplos de extremos: os ascetas, pessoas que seguem a filosofia de abstenção dos prazeres mundanos, físicos e psicológicos. Eles pretendem, dessa forma, alcançar a perfeição moral. Praticam longos jejuns e castigos físicos. Ora, essa prática vai contra a vontade divina, pois Deus não deseja que nós passemos dificuldades e machuquemos o próprio corpo. De outro lado, temos os materialistas, que apenas preocupam-se com o supérfluo, sem dar atenção alguma aos valores morais. Para eles, basta o cuidado com o corpo, sem dispensar cuidados para a mente e a alma. Tal prática também está errada. Devemos manter o equilíbrio, respeitando todas as leis divinas. Para conseguirmos esse equilíbrio, é importante que sexo exista somente sob o manto do amor.


É valioso lembrar, também, que nossos sentimentos, pensamentos e ações atraem espíritos que estão na mesma faixa vibratória. Uma vez que o encarnado está muito ligado ao erotismo, atrairá desencarnados com interesse na mesma área, podendo desencadear um processo de obsessão.

Através da sintonia entre ambos, e desencarnado influencia o irmão encarnado a sentir-se sempre insatisfeito sexualmente, para que pratique inúmeros abusos. O espírito obsessor consegue sentir os mesmos prazeres que o praticante do ato, por isso ele insiste em levar o encarnado à ruína sexual. O Livro dos Espíritos nos diz que os espíritos nos acompanham as ações muito mais do que podemos imaginar.


Além de atrair um obsessor, a viciação sexual prejudica o perispírito, fazendo com que a encarnação futura seja acompanhada de um corpo imperfeito ou dente, talvez uma mente em desequilíbrio com alguma psiconeurose, entre outros. Pode-se concluir que o vício em sexo é o vício humano que mais ocasiona desequilíbrios profundos na organização do perispírito.


No livro Sexo e Destino, André Luiz cita a existência de instituto chamado Almas Irmãs, que visa a reeducação sexual dos desencarnados. Todas as criaturas que tiveram estadia nesse instituto contém uma ficha sobre si, que descreve inclusive como está sendo seu comportamento na atual encarnação, visando obter auxílio dos companheiros espirituais.


Já no livro Sexo Além da Morte, Ranieri nos conta sobre o Sanatorium, lugar repleto de médicos que cuidam de espíritos que irão reencarnar, mas que precisam de cuidados por estarem em completa alienação mental e por terem degenerado seus órgãos sexuais devido ao mau uso do sexo.

Podemos notar, então, que estamos sempre amparados por benfeitores espirituais. Basta demonstrarmos uma leve inclinação para a reforma íntima, que esses bons amigos se dispõem a nos auxiliar. É criatura ajudando criatura para chegar ao criador.


Sexo significa responsabilidade. Um bom guia para encontrar essa responsabilidade é o Evangelho. Busquemos estar sempre de acordo com os ensinamentos de Jesus, e lembremos sempre: orai e vigiai!

Que a paz de Jesus esteja e permaneça conosco hoje e sempre. Amém!

REFERÊNCIAS:

BARCELOS, W. Sexo e evolução. 3ª ed, FEB, Rio de Janeiro, 1994.

KARDEC, A. O Livro dos espíritos. FEB, Rio de Janeiro. Edição em formato digital.

KÜHL, E. Sexo sublime tesouro, 1ªed, Editora espírita cristã Fonte Viva, Belo Horizonte, 1992.

NEILMORIS, L. Sexualidade sob um olhar espírita. Distribuição em formato digital pelo portal Luz Espírita, 2011.

RANIERI, R. A. O Sexo além da morte, orientado pelo espírito André Luiz. 10ªed, Editora da Fraternidade, Guaratinguetá, 1991.

VIEIRA, W. XAVIER, F. C. Sexo e destino, pelo espírito André Luiz. 12ªed, FEB, 2008.

XAVIER, F. C. Vida e sexo, pelo espírito Emmanuel. 1ªed, FEB, 1970.

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves