Tópicos

Diversidade Religiosa e Respeito às Crenças


Simara Lugon Cabral


“Examinai tudo: abraçai o que é bom.” (I Tessalonicenses, V, 21.)


Religião, segundo o dicionário etimológico, é uma palavra que procede do latim, da palavra religio que significa “respeito pelo sagrado”. De acordo com o conceito atual, religião é o conjunto de crenças e práticas que supre a necessidade do homem de se conectar com um ente superior à ele. De acordo com “O Livro do Espíritos”, na parte terceira, na lei de adoração, questão 649, Kardec pergunta aos espíritos: “Em que consiste a adoração? – É a elevação do pensamento a Deus. Pela adoração o homem aproxima de Deus a sua alma.”, e na questão 651, ele questiona: “Houve povos desprovidos de todo sentimento de adoração? -Não, porque jamais houve povos ateus. Todos compreendem que há, acima deles um Ser supremo.”


Portanto, de acordo com a doutrina espírita, os homens tem uma necessidade inata de se conectar com Deus, mesmo que sob diferentes formas. Desde os primórdios da civilização, eles buscavam uma maneira de explicar aquilo que não podiam compreender racionalmente, desde os fenômenos da natureza até as questões de vida e morte, e assim surge a religiosidade: a princípio através da adoração aos animais e à própria natureza, em seguida através da mitologia e mais tarde, com a evolução intelectual da humanidade, ela passa a se manifestar através do monoteísmo, que é a crença em um Deus único, que foi trazida através dos dez mandamentos na religião judaica.


Hoje em dia existem inúmeras religiões diferentes ao redor do mundo. De acordo com Pew Research Center, um centro especializado de pesquisa internacional, os sistemas religiosos com maior número de adeptos em relação a população mundial em 2015 eram: o cristianismo (31,2%), o islamismo (24,1%), o hinduísmo (15,1%), o budismo (6,9%), religiões locais (5,7%) e outras religiões (1%), sendo o restante da representatividade (16%) correspondente às pessoas sem religião. Com tantas doutrinas religiosas diferentes pelo mundo, é importante conhecer e principalmente respeitar a crença de cada um, visto que cada indivíduo está em uma etapa diferente em seu processo evolutivo e vive uma realidade diversa, de acordo com sua cultura e seu plano reencarnatório.



No Brasil, a liberdade de crença e de culto é garantida pela Constituição, nos artigos 5 e 19, e na Lei Nº 7.716 de 1989 que estabelece como crime a discriminação por raça, cor, etnia, religião ou nacionalidade.Apesar disso ainda ocorrem muitos casos de intolerância religiosa no país, sendo a comunidade religiosa mais atacada a afro-brasileira. O preconceito contra as religiões africanas tem origem no racismo e na época da escravidão e dura até os dias de hoje. A intolerância ocorre através de agressões verbais, físicas e até mesmo com a depredação de espaços sagrados ou objetos religiosos.


Para que o preconceito com as religiões deixe de ser uma realidade, é necessário conscientizar e educar a população, através de campanhas de valorização da diversidade que façam com que as pessoas compreendam que todas as crenças devem ser respeitadas, preservando assim, a igualdade de direitos à todos os cidadãos. De acordo com a doutrina espírita, conforme a humanidade for avançando moralmente, esse preconceito não mais existirá, pois no livro “A Gênese”, no capítulo XVIII, item 17, Kardec afirma que:


A fraternidade será a pedra angular da nova ordem social; mas, não há fraternidade real, sólida, efetiva, senão assente em base inabalável e essa base é a fé, não a fé em tais ou tais dogmas particulares, que mudam com os tempos e os povos e que mutuamente se apedrejam, porquanto, anatematizando-se uns aos outros, alimentam o antagonismo, mas a fé nos princípios fundamentais que toda gente pode aceitar e aceitará: Deus, a alma, o futuro, o progresso individual indefinito, a perpetuidade das relações entre os seres. Quando todos os homens estiverem convencidos de que Deus é o mesmo para todos; de que esse Deus é soberanamente justo e bom, nada de injusto pode querer; que não dele, porém dos homens vem o mal, todos se considerarão filhos do mesmo Pai e se estenderão as mãos uns aos outros. (KARDEC, 2010, pág. 470).


A Doutrina Espírita faz com que não seja compreensível nenhuma distinção entre raças, classes, gênero ou crença, visto que com a reencarnação, aquele que hoje está em uma posição, em uma próxima existência poderá estar na oposta, e vice-versa. Na “Revista Espírita de 1863”, Kardec afirma que: “Nós trabalhamos para dar fé aos que em nada creem; para espalhar uma crença que os torna melhores uns para os outros, que lhes ensina a perdoar aos inimigos, a se olharem como irmãos, sem distinção de raça, casta, seita, cor, opinião política ou religiosa.”


Portanto, à medida que o planeta e a humanidade forem evoluindo, todos passarão a compreender que Deus é único e o mesmo para todos, e conforme a intelectualidade e a moralidade forem se expandido, aumentará concomitantemente a capacidade de compreensão do homem a respeito das questões espirituais. Assim, tudo o que hoje parece sobrenatural ou uma questão de fé ou crença passará a ser compreendido cientificamente, racionalmente e não haverá mais dúvidas ou discussões a respeito desta ou daquela religião ou dogma. Com isso, o sentimento de fraternidade crescerá pois todos passarão a entender que são filhos do mesmo Pai, e que o objetivo da vida é o mesmo para todos: a evolução espiritual.


No livro “Obras Póstumas”, na comunicação recebida pelos Srs. M... e T... , em estado de sonambulismo, intitulada “Regeneração da Humanidade”, tem-se que:


Contudo, através da escura nuvem que vos envolve e em cujo seio ronca a tempestade, já podeis ver despontando os primeiros raios da era nova. A fraternidade lança seus fundamentos em todos os pontos do globo e os povos estendem uns aos outros as mãos; a barbárie se familiariza no contato com a civilização; os preconceitos de raças e de seitas, que causaram o derramamento de ondas de sangue, se vão extinguindo; o fanatismo, a intolerância perdem terreno, ao passo que a liberdade de consciência se introduz nos costumes e se torna um direito. (KARDEC, 2010, pág. 358).


Deste modo, é de suma importância lembrar-se de que todos, independentemente de religião, gênero, raça ou nacionalidade, tiveram a mesma origem, são sujeitos às mesmas leis naturais e caminham rumo ao mesmo objetivo, que é a perfeição. Para atingir esse objetivo, não importa a fé que cada um professe, o que realmente faz diferença é a atitude de cada um perante a vida e para com o próximo: pois desde que cada ser humano consiga praticar a caridade, agir dentro do sentimento de fraternidade, da benevolência, do amor aos seus semelhantes e respeitar a todos indistintamente, todos certamente completarão com êxito a sua jornada rumo à perfeição.


REFERÊNCIAS:


1. Bíblia Online. Disponível em: https://www.bibliaonline.com.br/vc/1ts/5. Acesso em 17 de Dezembro de 2020.


2. Disposições legais em relação à liberdade religiosa e aplicação efetiva. Disponível em: <https://www.acn.org.br/brasil/>. Acesso em 14 de Dezembro de 2020.


3. HACKETT, Conrad e MCCLENDON, David. World’s largest religion by population is still Christianity. Disponível em:| <https://www.pewresearch.org/fact-tank/2017/04/05/christians-remain-worlds-largest-religious-group-but-they-are-declining-in-europe/ >. Acesso em 16 de Dezembro de 2020.


4. KARDEC, Allan. A gênese: os milagres e as predições segundo o Espiritismo. Tradução de Guillon Ribeiro da 5ª ed. Francesa. 52ª edição- 3ª reimpressão. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 2010.


5. KARDEC, Allan. Obras Póstumas. Tradução de Guillon Ribeiro da 1ª ed. Francesa. 40ª edição- 2ª reimpressão atualizada. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 2010.


6. KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Tradução de J. Herculano Pires.7ª edição. São Paulo: LAKE, 2003.


7. KARDEC, Allan. Revista Espírita de 1863.1ª edição. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, 2005.


8. Online Etymology Dictionary. Disponível em: < https://www.etymonline.com/search?q=religion >. Acesso em 14 de Dezembro de 2020.

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita