Tópicos

EMPATIA PELOS INIMIGOS


Jaina da Costa


A primeira coisa que precisamos buscar entender é: o que é ser empático? e quem são os nossos inimigos?

“De acordo com a Psicologia, empatia é a habilidade de se imaginar no lugar de outra pessoa ou ainda a compreensão dos sentimentos, desejos, ideias e ações de outro indivíduo.”


Cultivar a individualidade e a competição tem sido uma constante nos dias atuais. Há uma falta de empatia de um modo geral. Como deixar de ser egocêntrico e pensar no que pensa e sente o outro?

A inteligência emocional o QE, é que nos faz ter a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro; como fazer isso?

O autoconhecimento, mais propriamente o “Conhecereis a verdade e a verdade os libertará” – Jesus – João 8:32 – ou ainda o “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses” – atribuído a Platão e a outros sábios da antiguidade – Não é possível ser empático sem conhecer a si mesmo. Só assim poderemos nos conectar uns aos outros, deixarmos de ser preconceituosos e hostis.

Como podemos operar essa transformação?

Segundo Roman Krznaric, por Sulivan França, as pessoas empáticas costumam ter algumas características em comum, entre elas:

  1. São curiosas, conversam com estranhos e procuram conhecer pessoas fora do seu círculo social e se interessam pelas suas visões sobre a vida;

  2. Desafiam preconceitos; procuram o que une e não o que divide as pessoas;

  3. Experimentam a vida dos outros, isto é, tentam entender o que leva as pessoas a agir de forma diferente da sua forma de agir;

  4. Em primeiro lugar, sabem ouvir, ficam presentes enquanto o outro fala, e entram no interior do outro; em segundo lugar, se permitem se tornarem vulneráveis, se abrem com o outro, deixam cair as máscaras;

  5. Inspiram ações em massa; num caso de desastres naturais agem como voluntários no socorro às vítimas;

  6. Fazem muito mais que o comum das pessoas que acreditam que ser empático é ação reservada àqueles que vivem à margem da sociedade – são empáticos com os que não compartilham de suas crenças;

Essas são algumas das características pra se identificar uma pessoa que possui empatia.

Empatia é a capacidade psicológica para sentir o que sentiria uma outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Em síntese seria tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo.


Difícil não é mesmo? A sabedoria popular afirma que: “Coração alheio é terra que ninguém anda.”

Como então compreender, e mais profundo ainda, sentir o que o outro sente?

É a empatia, esse sentimento que nos leva a sermos solidários na hora da dor; é o que nos leva a sentirmos o interesse pela dor do outro e nos dá o impulso da ajuda.


Ser empático implica em ter percepção do sentimento alheio; implica em educar nossos ouvidos pra ouvir o que o outro se abre e lança para fora a angustia que lhe vai dentro, e o ameaça a se permitir entrar em desequilíbrio.

Empatia é conquista da alma em evolução.


Enquanto a indiferença filha do egoísmo habitar nosso terreno íntimo, não haverá espaço para a empatia florescer em nós.

Em se tratando de sermos empáticos com os inimigos, será necessário desenvolver em nós, mais que todos os atributos mencionados acima, nos tornarmos de fato Cristãos.


Vamos buscar o Mestre Jesus de Nazaré; Ele é nosso remédio pra todas as horas. Qual foi sua orientação no tocante a nossas atitudes em relação à dor alheia?

Disse o Mestre: Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam; pois esta é a Lei e os Profetas” – Mateus 7:12 - parece tão simples não?

Mas às vezes o preço a pagar é muito alto...


Alcíone no livro Renúncia, ditado a Chico Xavier por Emmanuel nos diz:

— Anjo amigo, deliberei suplicar ao Senhor a permissão de voltar temporariamente às tarefas terrenas.

— Como assim? — inquiriu Antênio admirado — acaso todos nós permanecemos aqui impossibilitados de auxiliar o planeta terreno? Não estamos a serviço do Cristo, no afã espiritual de reerguer esse orbe?

— Explico-me — disse a recém-chegada timidamente —: rogo a concessão de um corpo carnal, caso Jesus me conceda essa dádiva.

O generoso mentor contemplou-a com amoroso respeito, compreendeu lhe as intenções mais íntimas, esboçou um sorriso de bondade e perguntou:

— Mas, teus trabalhos no sistema de Sírius? ...

Lembremos que Alcione, espírito acima dos padrões da Terra, ama Pólux que se perdeu no emaranhado das tentações terrenas – ela goza de uma morada iluminada por três sóis no sistema Sírius, e decide por renunciar a esse paraíso pra ir resgatar Pólux na escuridão da Terra cheia de provas e expiações. Seu mentor Antênio, não concorda com essa atitude e tenta demovê-la da intenção de reencarnar na Terra, pra ir em socorro de um espírito que lhe é caro. Ela insiste e volta à Terra.


É esse espírito de Renúncia que faz com que abdiquemos de nós em benefício do outro por quem nosso coração dobra...

Alcione não só renuncia ao seu paraíso como se sacrifica, se dedica e simplesmente não é reconhecida – mas, para o espirito liberto, mesmo que a ingratidão machuque não fica a mágoa.


E vamos vê-la ao final da jornada terrena regressar ao lar celestial sem alcançar o propósito almejado... – paga caro por ser empática ao ser querido Pólux.

Quem são nossos inimigos a quem temos que buscar entender?

Nas experiências de mais de trinta anos de prática e vivência em reuniões de atendimento fraterno, as chamadas: Reuniões de desobsessão, o que mais presenciamos são perseguições de inimigos em processo de cobrança.

Essas cobranças não nascem de forma espontânea; são frutos de ações nossas fruto de escolhas infelizes, que nos atrela uns aos outros. Toda história de perseguição obsessiva, carrega em seu bojo uma experiência de traição, de ludibrio, de ação onde a recomendação de Jesus foi esquecida.


Quando ouvimos a versão do “inimigo”, popularmente chamado de obsessor, somos quase que compulsoriamente levado a tomar-lhe partido... pois via de regra, ele é a vítima.


O mais comum é nós magoarmos, ludibriarmos ou trairmos alguém que em resposta, fica magoado, desesperado e não raro, se entrega ao gesto tresloucado do suicídio ou do assassinato, quando não de ambos os crimes.


Essa criatura, em virtude do desequilíbrio que nós o precipitamos, irá se jungir a nós por tempo indefinido até que ou nós promovamos o reparo do dano que lhe causamos, ou ela se eleve nos perdoe e siga livre sua jornada, nos deixando com o fardo pesado de nossos enganos.

A empatia esse colocar-se no lugar do outro, tentar entender suas ações tentar perceber seus sentimentos, em se tratando de nossos adversários, a quem temos como inimigos e de quem queremos distância, funciona como uma vacina pra nos encurtar o caminho do encontro com a paz interior, esse bem precioso que anda tão escasso na vida dos encarnados e dos desencarnados.


Pois adentrar o mundo espiritual, e é pra lá que estamos indo mais dia menos dia, carregando o fardo da dor que provocamos em alguém, é certeza de desassossego aqui e no além.


Então, pra o nosso próprio bem, vamos construir pontes, e não levantar muros. Façamos isso, olhando o outro, sentindo-lhe as alegrias e as dores enquanto ainda estamos no caminho com ele, como nos concita Jesus em:

“Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão.” – Mateus 5: 25.

REFERÊNCIAS

XAVIER, Francisco Candido; Renúncia: 13 Ed. Rio de Janeiro RJ - FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA DEPARTAMENTO EDITORIAL – Rua Souza Valente, 17 – CEP: 20.941- 1944 – Brasil. 464 Pg.

KARDEC, Allan; Evangelho Segundo o Espiritismo: 109ª Ed. Brasília DF - FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA DEPARTAMENTO EDITORIAL – Av. L - 2 Q.603 – Conjunto F – CEP 70830-030 - 1994 – Brasil. 435 Pg.

Wikipédia, a enciclopédia livre. O que é empatia e qual a sua importância – SLAC – Artigos do Presidente - Disponível em: https://www.slacoaching.com.br/artigos-do-presidente/o-que-e-empatia Acesso em: 24 de março de 2020

Wikipédia, a enciclopédia livre. Conhece-te a ti mesmo - Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Conhece_a_ti_mesmo Acesso em: 24 de março de 2020


==========

Conheça o Clube do Livro Letra Espírita. Clique aqui e receba livros em casa.


Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita