Tópicos

Espiritualismo x Espiritismo



Por: Juliana Procópio


Para muitas pessoas ser espirita ou espiritualista é a mesma coisa. Apesar de uma ter relação com a outra, ambas têm características bem distintas.


Segundo o dicionário informal espiritualismo é a doutrina filosófica que admite a existência de Deus, de forças universais e da alma. Ainda segundo ele espiritualismo é aquele (a) cuja doutrina é oposta ao materialismo. Todas as religiões, necessariamente, estão baseadas no Espiritualismo. Quem crê haver entre nós outra coisa além da matéria, é espiritualista. O que não implica na crença nos espíritos e nas suas manifestações. Portanto todo espírita, adepto da doutrina espírita codificada por Allan Kardec, é necessariamente espiritualista, mas nem todo espiritualista é espirita.


Para Allan Kardec “para as coisas novas precisamos de palavras novas, pois assim exige a clareza de linguagem, para evitarmos a confusão inerente aos múltiplos sentidos dos próprios vocábulos. As palavras espiritual e espiritualismo têm uma significação bem definida”.


“Em lugar das palavras espiritual e espiritismo, empregaremos, para designar está ultima crença, as palavras espirita e espiritismo, nas quais a forma lembra a origem e o sentido radial e que por isso mesmo tem a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando para o Espiritualismo a sua significação própria. Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão espíritas, ou, se o quiserem, os espiritistas”.


Para os espiritas existem alguns princípios básicos. O primeiro a existência de Deus, que é a origem e o fim de tudo. O segundo princípio é a imortalidade da alma, pois somos espíritos filhos de Deus criados imperfeitos e que buscam sua evolução através de esforços próprios na senda do bem através das diversas reencarnações, item alias que nos leva ao terceiro princípio que é a pluralidade de existências, terceiro conceito. Somos os responsáveis por nossas escolhas e delas recebemos o fruto de nosso plantio e deste depende alcançarmos mais um degrau na evolução ou estacionar. Vivemos assim inúmeras existências e nelas temos diferentes oportunidades de aprendizado.


O quarto princípio é a pluralidade dos mundos habitados. Na casa do pai existem várias moradas, já disse Jesus Cristo, portanto de acordo com nossa evolução e merecimento habitamos uma dessas moradas, portanto para os espiritas existem outros mundos além da Terra para as diferentes encarnações.


O quinto princípio é a comunicação dos espíritos. A vida na terra é apenas uma das experiências do espirito. A vida continua, portanto, o espírito é eterno e estão por toda parte. Uma grande parte dos espíritos estão buscando melhorar sua evolução moral trabalhando ou estudando na espiritualidade enquanto outros menos desenvolvidos ou que acreditam-se lesados por outrem mantem-se em ligação aos encarnados em busca de satisfação dos vícios que tiveram em outra existência ou a procura de vingança ou prejudicar aqueles que acreditam mais felizes que eles.


Carl Jung, pai da psicologia analítica, estudando a intimidade psicológica humana, concluiu que o homem possui uma função religiosa natural, e que sua saúde, estabilidade psíquica e a manifestação adequada de seus instintos dependem dos sentimentos de espiritualidade. Assim, como somos seres sociais, também somos seres espirituais por natureza. Aqueles que nesse momento dizem não acreditar em nada, que somos apenas o que vivemos aqui, ou seja, ligados as teorias materialistas estão em um estágio evolutivo diferente ou pelo esquecimento salutar das vidas passadas acredita não existir vida após essa vida.


Para esses apenas o tempo, ou mesmo a volta definitiva ao mundo espiritual os levará ao entendimento do que foi esquecido. Para esses até mesmo o desenlace seja mais turbulento, pois apegados a essas ideias materialistas podem demorar muito para ter a consciência do estão em que se encontram.

Saber e entender que não estamos sós, de que a vida continua e que se formos merecedores nos encontraremos em “sonho” com quem estimamos é um verdadeiro alento.


Lembre-se: Não estamos sós. Você decide quem te acompanha nessa caminhada, por isso “Orai e Vigiai” seus pensamentos e atitudes.


A religiosidade é uma conquista que ultrapassa a adoção de uma religião (Joanna de Ângelis).


Sejamos Luz!

==========

Referências:

https://livrodosespiritos.wordpress.com/about/introducao-ao-estudo-da-doutrina-espirita/i-espiritismo-e-espiritualismo/

http://www.correioespirita.org.br/conheca-o-que-e-a-doutrina-espirita/os-principios-basicos-da-doutrina-espirita

https://www.serespirita.com.br/espiritismo-e-espiritualismo-quais-sao-as-diferencas/

https://radioboanova.com.br/estudo_espirita/voce-e-espirita-ou-espiritualista/

https://www.dicionarioinformal.com.br/espiritualismo/


----------------------------------


Conheça o Clube do Livro Letra Espírita em www.letraespirita.com.br e associe-se para receber em sua casa o melhor da literatura espírita.

*A Revista Letra Espírita "Os Sonhos" faz parte da seleção de Setembro/19. Veja seleção completa do mês atual no site.



Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita