Tópicos

Sexo e Espiritismo - Transtornos Sexuais


Fernanda Machado


Prezados irmãos, a Lei de Causa e Efeito não falha e não seria diferente nos casos dos desvios sexuais. Na alma, os centros perispiríticos se desassociam, causando inúmeros problemas àqueles que se envolvem em tais condutas sexuais desregradas.


Parafilia, segundo o dicionário Priberam, é uma “designação genérica para comportamentos sexuais que se desviam do que é geralmente aceite pelas convenções sociais, podendo englobar comportamentos muito diferentes e com diferentes graus de aceitabilidade social”. Já de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM – V), utilizado pelos médicos, a parafilia é qualquer interesse sexual intenso que não seja voltado para a prática sexual propriamente dita. O indivíduo satisfaz seu prazer somente com determinado objeto, situação ou lugar, como por exemplo o sadismo (fixação por sexo causando dor a outrem), masoquismo (fixação por sexo sofrendo dor), pedofilia (fixação por sexo com crianças), necrofilia (sexo com cadáveres), estupro (prazer sexual devido à repulsa da vítima), zoofilia (sexo com animais), etc.


Através do crivo da razão, podemos analisar com mais lógica tais comportamentos sexuais. Já vimos, nos artigos anteriores desta série, que o sexo é sublime tesouro criado por Deus. Destarte, será que o Pai nos presenteou com o corpo material para que nós maltratássemos dele nas práticas masoquistas? Será que é vontade Dele que nós causemos dor em nosso parceiro durante o ato sexual? A razão nos responde negativamente a essas duas perguntas. É desnecessário, ainda, refletir a esse respeito sobre as demais parafilias comentadas no parágrafo anterior, pois obviamente elas vão contra a vontade divina.

Analisando mais a fundo, lembremos que Jesus nos ensinou que amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo é o primeiro e o maior mandamento. O segundo mandamento ensina que não se pode verdadeiramente amar a Deus sem amar o próximo, e vice-versa. Portanto, tudo o que é feito contra o próximo é o mesmo que fazê-lo contra Deus. Pensemos então nessas máximas com carinho, ponderando se estamos usufruindo do sexo sem violência com o próximo e, consequentemente, com Deus.


Muitas vezes, os transtornos sexuais fazem com que a pessoa se torne uma criminosa, causando fobias sexuais nas suas vítimas, que frequentemente necessitam de várias encarnações para superar esses traumas. Ninguém pode justificar o ato sexual criminoso alegando a famosa frase “a carne é fraca”, pois foi o próprio indivíduo que rebaixou seu pensamento desequilibrado à matéria. Ora, isso nada mais é que o livre arbítrio. Deus nos deu a capacidade de julgar as vantagens e os inconvenientes de cada ação a ser tomada.


Como consequência dos desvios sexuais, os espíritos algozes que aí permanecem, colecionando vítimas, contraem para si um longo período de reparação e expiações. Sua própria consciência os cobrará o reparo das faltas cometidas, após o arrependimento. É necessário haver controle, educação e aperfeiçoamento das energias sexuais, ao longo dos aprendizados de cada reencarnação.


No entanto, queridos irmãos, quem nunca errou? Quem dentre nós pode julgar o erro de um companheiro na jornada evolutiva? Estamos todos neste mundo para aprender e nos ajudar mutuamente, para que juntos possamos chegar ao Criador. Quando nos depararmos com notícias de estupro, pedofilia e afins, cuidemos para não desejar o mal ao agressor, e não julgá-lo. Que possamos orar por ele e desejar sinceramente que melhore, lembrando que todos nós já erramos tanto quanto ou até mais que ele, se não na vida atual, em vidas pregressas.


Que Jesus abençoe a todos vocês, e que nunca olvidemos uma de suas poderosas lições: “Bem-aventurados os que são brandos, porque possuirão a Terra”. Com essas palavras, o Mestre nos advertiu da importância da afabilidade, da paciência, da moderação e da caridade para com o próximo.

Amém!

REFERÊNCIAS:

BARCELOS, W. Sexo e evolução. 3ª ed, FEB, Rio de Janeiro, 1994.

FERNANDES, B. da S., O mundo por trás das parafilias. Ago/2018. Disponível em: https://canalcienciascriminais.com.br/mundo-parafilias/ Acesso em: 17 jul. 2019.

KARDEC, A. O evangelho segundo o espiritismo. FEB, Rio de Janeiro. Edição em formato digital.

KARDEC, A. O Livro dos espíritos. FEB, Rio de Janeiro. Edição em formato digital.

KÜHL, E. Sexo sublime tesouro, 1ªed, Editora espírita cristã Fonte Viva, Belo Horizonte, 1992.

NEILMORIS, L. Sexualidade sob um olhar espírita. Distribuição em formato digital pelo portal Luz Espírita, 2011.

RANIERI, R. A. O Sexo além da morte, orientado pelo espírito André Luiz. 10ªed, Editora da Fraternidade, Guaratinguetá, 1991.

RUIZ, A. L. Esculpindo o próprio destino, pelo espírito Lucius. 1ª ed e-book, Ide Editora, Araras, 2011.

VIEIRA, W. XAVIER, F. C. Evolução em dois mundos, pelo espírito André Luiz.

VIEIRA, W. XAVIER, F. C. Sexo e destino, pelo espírito André Luiz. 12ªed, FEB, 2008.

XAVIER, F. C. No mundo maior, pelo espírito André Luiz. FEB, Rio de Janeiro.

XAVIER, F. C. Vida e sexo, pelo espírito Emmanuel. 1ªed, FEB, 1970.

"para filia", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013. Disponível em: https://dicionario.priberam.org/para%20filia . Acesso em: 17 jul. 2019.

1,052 visualizações
Postagens Recentes