Tópicos

Vamos falar de AMOR?



Vamos falar de amor?! Afinal estamos na semana em que comemora-se no Brasil o dia dos namorados!

Não tem coisa melhor no mundo que se apaixonar né gente?! Ou melhor, tem sim. Bom mesmo, é quando a paixão acaba e você percebe que há ainda motivos para continuar. Muita gente fica sem saber o que fazer quando chega essa fase da relação, mas saibam que, se acabou aquele sinal de fogo e ainda assim você decide ficar é porque existe de fato amor.

Agora, vamos trazer os ensinamentos espíritas para nossos relacionamentos? Sabemos que todo tipo de convivência é difícil, porque requer muita renúncia, paciência, dedicação.... E notamos que esses ingredientes vêm ficando cada vez mais raros, o que têm gerado relações quase descartáveis. Na era da reciprocidade as exigências aumentaram. As pessoas exigem até aquilo que não são capazes de cumprir.

Buscam no outro uma perfeição que não são capazes de ofertar. Afinal essa perfeição não existe. No espiritismo aprendemos que nada é por acaso; que ninguém passa por nossa vida sem uma razão. Uns vem para nos ensinar, outras para nos fazer amadurecer o lado sentimental, e alguns por débitos pretéritos poderão nos machucar.

Tem aquelas pessoas que são apenas pontes para a pessoa certa, esteja preparada pra viver seu grande amor, e tem aquelas que por merecimento já encontram de cara seu porto seguro.

Na verdade nós reencarnamos sozinhos e as ligações são feitas de acordo com nosso plano reencarnatório.

Portanto, meu bem, quem tiver que ficar vai ficar e quem não, deixe ir. Confie que tudo sempre acontece para o nosso bem.

O mais importante não é estar com alguém e sim saber estar (seja sozinho(a), seja acompanhado(a)). Quem vai passar esse dia dos namorados sozinho(a) não fique triste. Tudo que acontece na nossa vida tem uma lição a nos ensinar. Se pergunte porque a relação anterior não deu certo? O que você precisa aprender sozinha? O que pode melhorar em si?

Aproveite esse período para meditar sobre todos seus relacionamentos antigos, para que quando alguém chegar na sua vida seja diferente, seja melhor, e que venha pra ficar, pra somar.

A gente sempre está evoluindo, e não é diferente nos relacionamentos. Aproveite a fase para aprender a se amar, pois só quem se ama de verdade vai mostrar ao outro que deve ser valorizado e que merece ser amado com respeito. As relações afetivas são o maior laboratório de doação. Isso mesmo que você leu: doação. Não entre numa relação esperando receber porque você poderá se frustrar. Entre pra fazer diferença na vida de alguém. Dê o seu melhor. Contribua positivamente com a vida do outro. Sabe a frase "É dando que se recebe"? É bem por ai.

Ah, então tenho que ser trouxa e só me doar sem receber nada em troca? Não, não é isso. Aliás muita gente confunde e acaba aceitando qualquer migalha, sendo segunda opção ou se sujeitando a meros encontros de prazer quando convém ao outro. Ora, se valorize, porque se você não se valorizar, não espere isso de mais ninguém. O outro só vai fazer aquilo que você permitir. Não se iluda com desculpas, porque quem quer de verdade vai estar ao seu lado por inteiro e em todos os momentos e não apenas te usar. Se liga!

Quando falo de doar-se é você estar com o outro porque você sente prazer, porque você quer... É você fazer algo porque isso te faz bem.... Mas isso não sob quaisquer condições, porque vai chegar uma hora que você irá se machucar.

Relação tem que ser leve. Se não for pra ser boa para ambos, não vale a pena. Se for para estar se estressando, cobrando o tempo todo, se frustrando porque esperava x e recebeu y, definitivamente é melhor esperar por alguém que realmente valha a pena. Muita gente idealiza a pessoa amada, sonha em encontrar a alma gêmea e só encontra algemas no caminho. Mas, vamos pensar direitinho... vivemos em um mundo de provas e expiações, estamos encarnados ainda com muitos defeitos a superar e assim é com quase todo mundo. Então qual a probabilidade de encontrar esse par de conto de fadas? Quase zero né?! Se serve de consolo alma gêmea nem existe. Em O Livro dos Espíritos , de Allan Kardec temos:

Questão 298: As almas que devam unir-se estão, desde suas origens, predestinadas a essa união e cada um de nós tem, em alguma parte do Universo, sua metade, a que fatalmente um dia se reunirá? Resposta: Não; não há união particular e fatal, de duas almas. A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a categoria que ocupam, isto é, segundo a perfeição que tenham adquirido. Quanto mais perfeitos, tanto mais unidos. Da discórdia nascem todos os males dos humanos; da concórdia resulta a completa felicidade.

Questão 299: Em que sentido se deve entender a palavra metade, de que alguns Espíritos se servem para designar os Espíritos simpáticos?

Resposta: A expressão é inexata. Se um Espírito fosse a metade de outro, separados os dois, estariam ambos incompletos.

Como vê, você não encontrará sua outra metade por ser você mesmo, Espírito completo. Poderá encontrar almas afins (que combinem com você, que tenham as mesmas expectativas de vida...) e ainda terá a possibilidade de esbarrar com muitos seres que você brincou em vidas passadas e que trazem essa mágoa no inconsciente.

Então, vamos cair na real e viver essa relação com maturidade? Tem muita gente sofrendo por amor (não é a toa que a sofrência dominou o mercado musical, rs...). Está na hora da gente se amar mais, crescer espiritualmente e aí sim viver uma relação saudável. Chega de sofrer! Relacionamento é pra ser bom. É pra somar. E ainda que tenha momentos difíceis (porque terão) é preciso entrosamento para superar as dificuldades com sabedoria. Cumplicidade é importante nesse momento. Respeito pelo outro e muito diálogo para se chegar a solução.

Se você não é alma gêmea de ninguém, também não precisa ser algema, né? Tem gente que sufoca o outro. Tudo em excesso demonstra uma falta. Se você vive mais a vida do outro que a sua, se não confia, se por insegurança faz da vida do outro um inferno, é melhor separar. Não pense que está sofrendo porque fez algo em outra vida e tem que aguentar. Isso é paranoia. Ninguém está aqui pra sofrer e ainda que tenhamos que suportar muitas provas é preciso resignação, sabedoria para vivenciá-las, senão acabamos é agravando a situação. O que muitas vezes aconteceu pra libertar os dois de débitos passados acaba é prendendo-os em mais débitos. Então realmente cada caso é um caso e só você saberá qual o seu. Eu recebo inúmeras mensagens pedindo conselhos sobre relacionamentos, mas só os envolvidos podem analisar e decidir que caminho tomar. Se tem dúvidas pede orientação ao teu anjo/espírito protetor (como quiser chamar) que certamente a resposta virá: "Pedi, e obtereis."

Em O Livro dos Espíritos, também de Allan Kardec, temos:


Questão 939: Desde que os Espíritos simpáticos são levados a se unir, como se explica que entre os encarnados a afeição frequentemente exista apenas de um lado e o amor sincero seja recebido com indiferença e mesmo com repulsa? Como, além disso, a mais via afeição entre dois seres pode se transformar em antipatia e, algumas vezes, em ódio?

Resposta: Não compreendes, então, que seja uma punição, embora passageira? Além disso, quantos há que pensam amar perdidamente porque julgam apenas as aparências, e, quando são obrigados a viver em comum, não tardam a reconhecer que se tratava somente de uma paixão material! Não é suficiente estar enamorado de uma pessoa que vos agrada e que supondes dotada de belas qualidades; é vivendo realmente com ela que a podereis apreciar. Quantas uniões, por outro lado, que a princípio pareciam incompatíveis e com o correr do tempo, quando ambos se conheceram melhor , se transformaram num amor terno e durável porque baseado na estima recíproca! É necessário não esquecer que o Espírito é quem ama, e não o corpo, e que, dissipada a ilusão material, o Espírito vê a realidade.

Há duas espécies de afeição: a do corpo e a da alma, e frequentemente se toma uma pela outra. A afeição da alma, quando pura e simpática, é duradoura; a do corpo é perecível; eis porque os que se julgam amar com um amor eterno acabam se odiando, quando passa a ilusão. Questão 940: A falta de simpatia entre os seres destinados a viver juntos não é igualmente uma fonte de sofrimentos, tanto mais amarga quando envenena toda a existência?

Resposta: Muito amarga, de fato; mas é uma dessas infelicidades de que, na maioria das vezes, sois a primeira causa. Em primeiro lugar, as vossas leis são erradas, pois acreditais vós que Deus vos obriga a viver com aqueles que vos desagradam? Depois, nessas uniões procurais quase sempre mais a satisfação do vosso orgulho e da vossa ambição do que a felicidade de uma afeição mútua. E sofreis, então, apenas a conseqüência dos vossos preconceitos.

Questão 940 – a): Mas nesse caso não haverá quase sempre uma vítima inocente? Resposta: Sim, e isso é para ela uma dura expiação, mas a responsabilidade de sua infelicidade recairá sobre os que a causaram. Se a luz da verdade tiver penetrado em sua alma, ela se consolará com a fé no futuro. De resto, à medida que os preconceitos se enfraquecerem, desaparecerão também as causas das infelicidades íntimas. E para aqueles que vivem de fato um grande amor, agradeçam pela oportunidade de dividir uma vida... De ter com quem contar; compartilhar momentos felizes e também os mais difíceis. Devemos valorizar as pessoas que Deus coloca ao nosso lado, porque elas são exatamente o que necessitamos para evoluir.

Jesus nos disse para amarmos o próximo como a nós mesmos. Então não esquece: Amar primeiro a si... se valorizando, enaltecendo suas qualidades, vencendo dia a dia suas fraquezas, e aí sim, sendo uma pessoa melhor, por afinidade, terá também ao seu lado alguém que vibre na mesma frequência.

É dando que se recebe. Doe-se para que a vida te envie tudo aquilo que deseja viver em uma relação a dois. Faça pelo o outro tudo o que gostaria que fizessem com você. Esse o segredo das relações de sucesso. Se colocar no lugar do outro sempre.

E vamos amar! Não tenha medo de amar porque alguém te magoou. As vezes só não era pra ser. Siga amando que certamente só receberá amor no seu caminho.

=====

Conheça mais sobre o Espiritismo acessando www.letraespirita.com.br e cadastre-se para receber em casa o melhor da literatura espírita em seu lar!


Werlany é do @espiritacg

=====

Saiba mais sobre relacionamentos lendo outros artigos bastante esclarecedores que publicamos aqui no blog:

- Clique aqui para ler sobre Relacionamentos Líquidos, escrito por Rafaela Paes.

- Clique aqui para ler sobre Os Problemáticos Relacionamentos Familiares, escrito por Juliana Procópio.

#Namoro #Relacionamentos

Postagens Recentes
Postagens Populares
Siga-nos
  • Logo para Site
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • Instagram Social Icon
Procure por  palavras chaves

Contatos:

22  2724-0945

blog@letraespirita.com.br

© 2018 por Equipe Letra Espíírita